10 de fevereiro de 2014

Mística de abertura resgata a história de 30 anos do MST

Por Pedro Rafael Ferreira
Fotos de Leonardo Melgarejo


Uma história que não cabe num livro. A não ser que esse livro seja tão grande quanto os sujeitos que sabem escrever sua própria história. E das páginas gigantes de um livro, abertas diante de 15 mil pessoas, saltaram lembranças de uma trajetória singular de luta política e social no Brasil.

Bernardo Mançano: MST 30 anos, da terra à comida


Por Bernardo Mançano
Na Carta Capital

As três décadas de existência do MST são um excelente indicador da democracia brasileira. Movimentos camponeses não sobrevivem aos regimes ditatoriais. A existência do campesinato só é possível nas sociedades democráticas porque este sujeito político está constantemente reivindicando o direito de ser ele mesmo, enquanto o sistema político quer transformá-lo em trabalhador assalariado. Ao não aceitar este destino definido pelo capitalismo, os camponeses são considerados subversivos.

MST discute a importância das rádios comunitárias em Santa Catarina

Por Rubens Lopes
Da Rádio Comunitária Campeche


No dia 02 de fevereiro desse ano, estudantes militantes do MST realizaram um debate sobre mídia durante o Estágio Interdisciplinar de Vivência (EIV). O debate aconteceu no Centro de Formação Olga Benário, que fica localizado no assentamento 25 de Julho em Catanduvas, região Oeste de Santa Catarina.

Acampados fazem ato em homenagem a Dorothy Stang


No dia 12 de fevereiro o Acampamento Dorothy Stang, em Quatis, no Rio de Janeiro, fará a celebração de memória e compromisso da Vida e Morte de Dorothy Stang.Será um ato de Celebração Pela Vida, Reforma Agrária e Meio Ambiente, junto com Igreja, sindicatos, parlamentares, amigos e comunidades ao entorno.

Acampadas desde 2006, as 47 famílias resistem em meio a muitas dificuldades, descaso das autoridades, inoperância do INCRA, morosidade da justiça e violência de proprietários da região.

Ir. Dorothy: Uma sagrada herança a ser defendida

"Qual o seu legado, qual a sua herança? A herança de Ir. Dorothy é a certeza de que não estamos sós, de que juntos podemos muito mais do que sozinhos, é a certeza de que quando acreditamos no Estado de direito e procuramos as pessoas certas, fazendo as pressões certas, buscando o caminho certo, nada pode dar errado. Que a força do povo organizado, que busca garantir a manutenção de seus direitos e exercer os seus deveres é imensurável."

Entidades realizam ato em apoio às lutas no Egito


A Frente em Defesa do Povo Palestino, que reúne mais de 50 instituições, entre centrais sindicais, movimentos sociais e entidades árabes-brasileiras e islâmicas, além de indivíduos solidários à causa, realiza na próxima sexta-feira (11/2) ato em apoio ao movimento popular no Egito contra a ditadura Mubarak, a favor da autodeterminação dos povos e da liberdade de expressão.