Marcha na Bahia luta pela Reforma Agrária e contra impunidade no campo


Da Página do MST
 
 

Cerca de 3 mil militantes do MST de todo o estado baiano saíram em marcha nesta terça-feira (6) da cidade de Camaçari em direção à Salvador.

Os Sem Terra reivindicam a apuração do assassinato de Fábio Santos, militante do Movimento assassinado no dia 2 de abril de 2013, na cidade de Iguaí, com nove tiros, além de maior agilidade no andamento da Reforma Agrária. 

Desde o último domingo (4) os trabalhadores rurais se concentram no espaço Camaçari 2000. A previsão de chegada a Salvador é esta quinta-feira (8).

Mil Sem Terra marcham rumo à capital paulista



Por Luiz Felipe Albuquerque
Da Página do MST


Após saírem do município de Itapevi e marcharem por 20 km na manhã desta terça-feira (6), os cerca de 1000 Sem Terra que rumam à capital paulista chegaram na cidade de Osasco no começo desta tarde.

A Marcha Estadual Luiz Beltrame, que homenageia o Sem Terra mais velho do país (no mês de outubro Seu Luiz completa 106 anos de idade), cobra maior agilidade nas politicas referentes à Reforma Agrária.

MST monta acampamento por Reforma Agrária no Paraná

Da Página do MST

Na última quinta-feira (01/05), trabalhadores do MST na região centro do Paraná realizaram mobilizaçãoes exigindo Reforma Agrária.

Aproximadamente 300 famílias comemoraram o dia do trabalhador com o lançamento oficial de um acampamento, localizado na comunidade Arapongas, divisa com a comunidade São Francisco, no Assentamento Ireno Alves dos Santos.

Marcha estadual do MST na Bahia denuncia a violência no campo

Por Wesley Lima
Da Página do MS
T

O estado da Bahia inicia mais uma jornada pela Reforma Agrária. Cerca de 3 mil trabalhadores rurais Sem Terra de nove regiões marcharam na tarde desta segunda-feira (05/05) pelas ruas de Camaçari, no recôncavo baiano, denunciando a violência no campo e a paralisação das desapropriações de terras.

Neste ano, a marcha homenageia o companheiro D. Tomás Balduíno, que faleceu nesta ultima sexta-feira (02/05).

MST ocupa Incra, Banco do Brasil e tranca duas rodovias no MS

Por Karina Vilas Boas
Da Página do MST

A sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, amanheceu ocupada pelos movimentos sociais do campo nesta segunda-feira (5), como parte das atividades da Jornada Nacional de Luta pela Reforma Agrária. 

Além do Incra, os Sem Terra também ocuparam o Banco do Brasil, em Aquidauana, e trancaram as rodovias 163 (Itaquirai) e 267 (Nova Andradina). 

Cerca de 500 pessoas do MST trancam rodovia no RN em jornada de luta



Da Página do MST

Na manhã desta segunda-feira (5), cerca de 500 pessoas do MST trancaram a rodovia BR 304, que liga a cidade de Natal a Mossoró, no Rio Grande do Norte. 

Os Sem Terra denunciam o descaso da Reforma Agrária no estado, o sucateamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a consequente falta de celeridade nas desapropriações de terras. 

Sem Terra ocupam perímetro irrigado e trancam rodovia no Ceará


Da Página do MST

Milhares de trabalhadores rurais Sem Terra realizam diversas ações, nesta segunda-feira (5), no estado do Ceará, durante a Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária.

Em Limoeiro do Norte, cerca de 1000 trabalhadores de diversos movimentos sociais ocuparam o perímetro irrigado na chapada do Apodi.

O objetivo da ação é denunciar a ofensiva do agronegócio na região, exigir o assentamento das famílias acampadas e cobrar o julgamento e condenação dos responsáveis pelo assassinato de trabalhadores rurais.

Por terra e água, 400 famílias ocupam projeto de irrigação na Bahia

Por Wesley Lima
Da Página do MST

Desde a última terça-feira (29), cerca de 400 famílias do oeste, norte e nordeste da Bahia ocupam o Projeto de irrigação do Baixo de Irecê, no município de Xique-Xique, próximo a comunidade Boa Vista.
 

A ocupação visa garantir que os pequenos agricultores e Sem Terra que residem ao redor do empreendimento tenham acesso à terra e a água, concentrados nos canais da empresa.

Sem Terra ocupam Incra em São Luis e cobram novas desapropriações

 

Por Reynaldo Costa
Da Página do MST

Cerca de 300 trabalhadores rurais organizados pelo MST ocuparam, na manhã desta quarta-feira (30), a sede regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em São Luis (MA). 

Os Sem Terra cobram desapropriações de novas áreas para a Reforma Agrária e melhores infraestrutura nos assentamentos, como estradas, escolas, energia e água. Os trabalhadores estão em audiência com responsáveis do órgão federal. 

MST ocupa a sede do Ministério da Agricultura em Belo Horizonte

 

Da Página do MST

Cerca de 700 trabalhadores rurais Sem Terra ocuparam na manhã desta quarta-feira (30) a sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em Belo Horizonte. Os manifestantes reclamam do descaso do governo federal com a pauta da Reforma Agrária. 

Segundo a avaliação do Movimento, o governo federal tem priorizado investimentos para o agronegócio, por meio do MAPA, gerando exclusão no campo e produzindo commodities exclusivamente para a exportação. 

Cerca de 600 Sem Terra ocupam a Caixa Econômica Federal em Curitiba

Por Riquieli Capitani 
Da Página do MST

Cerca de 600 militantes do MST ocuparam, nesta terça-feira (29), a Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal, no centro de Curitiba. 

As ações fazem parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, que este as ações se concentram entre os dias 28 de abril a 10 de maio em todo o país.

Sem Terra ocupam 11 latifúndios e Engenhos falidos em Pernambuco



Por Ramiro Olivier
Da Página do MST

Cerca de 1500 Sem Terra já realizaram 11 ocupações de terras e Engenhos falidos em todo o estado de Pernambuco, durante a Jornada Nacional de Luta Pela Reforma Agrária Popular.

Na tarde desta terça-feira (29/04), cerca de 100 trabalhadores rurais ligados ao MST ocuparam o Engenho Estivas, município de Escada. Pela manhã, mais de 60 famílias ocuparam a Fazenda Paus Preto, em Floresta, no Sertão do estado.

MST ocupa agências da Caixa Econômica Federal em Alagoas

Da Página do MST

Com ações em Maceió durante todo mês de abril, o MST dá continuidade à Jornada em defesa da Reforma Agrária com ocupações de prédios da Caixa Econômica Federal.

Na manhã desta terça-feira (29/04), foram ocupadas as agências da Caixa Econômica Federal de Atalaia e de Piranhas, em defesa do fortalecimento da política de habitação rural hoje conduzida pelo órgão do Governo Federal. O Movimento também se reúne hoje com o Governador Teotônio Vilela Filho, no Palácio República dos Palmares.

Trabalhadores rurais ocupam quatro agências da Caixa Econômica, no RS

Da Página do MST 

Mais de 2 mil trabalhadores e trabalhadoras do MST, Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) e Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf) ocuparam quatro agências da Caixa Econômica Federal, na manhã desta terça-feira (29), no Rio Grande do Sul.

As ocupações foram realizadas nos municípios de Pelotas, Três Passos, Santa Maria e Passo Fundo, nas regiões Centro, Sul, Norte e Noroeste.

Cerca de 800 se manifestam em frente a Caixa Econômica Federal, em Chapecó

Por Fábio Reis
Da Página do MST

Nesta terça-feira (29), cerca de 800 militantes da Via Campesina marcharam rumo à Caixa Econômica Federal, no município de Chapecó (SC).

Os manifestantes pedem ao governo federal maior agilidade e atualização do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR). Para as famílias, a forma como será realizada a próxima chamada púlbica para a execução dos projetos está equivocada.