Nossos Símbolos

Desde suas primeiras ocupações, os Sem Terra vêm criando diversos símbolos de representação de sua luta. Circunstanciais, como a cruz da Encruzilhada Natalino, ou permanentes, como a bandeira e o hino do MST, eles são, sobretudo, signos da unidade em torno de um ideal e constituem a mística do Movimento.

A Bandeira

Cada cor, cada desenho escolhido para estar presente na bandeira tem um significado especial. Vamos conhecê-los?

Cor vermelha: representa o sangue que corre nas nossa veias e a disposição de lutar pela reforma agrária, pela transformação da sociedade.

Cor branca: representa a paz, que somente será conquistada quando houver justiça social.

Cor preta: representa nosso luto e a nossa homenagem a todos os trabalhadores e trabalhadoras que tombaram lutando pela nova sociedade.

Facão: representa a ferramenta de trabalho, de luta e de resistência. Ele ultrapassa o mapa para indicar que o movimento é internacionalista.

Mapa do Brasil: representa a luta nacional dos Sem Terra e que a reforma Agrária deve acontecer em todo o país.

Cor verde: representa a nossa esperança de vitória a cada latifúndio que conquistamos.

Trabalhadora e Trabalhador: representa a necessidade da luta ser feita por mulheres e homens, pelas famílias inteiras.

Nosso hino

Letra: Ademar Bogo
Música: Willy C. de Oliveira

Vem teçamos a nossa liberdade
braços fortes que rasgam o chão
sob a sombra de nossa valentia
desfraldemos a nossa rebeldia
e plantemos nesta terra como irmãos!

Vem, lutemos punho erguido
Nossa força nos faz a edificar
Nossa pátria livre e forte
construída pelo poder popular

Braço erguido ditemos nossa história
sufocando com força os opressores
hasteemos a bandeira colorida
despertemos esta pátria adormecida
o amanhã pertence a nós trabalhadores!

Vem, lutemos punho erguido
Nossa força nos faz a edificar
Nossa pátria livre e forte
construída pelo poder popular

Nossa força resgatada pela chama
da esperança no triunfo que virá
forjaremos desta luta com certeza
pátria livre operária e camponesa
nossa estrela enfim triunfará!

Vem, lutemos punho erguido
Nossa força nos faz a edificar
Nossa pátria livre e forte
construída pelo poder popular

Lona Preta

A lona preta é mais do que uma barraca, é um rito de passagem, o caminho para a conquista da terra.

É símbolo da luta pela Reforma Agrária que as mais de 130 mil famílias acampadas em todo Brasil carregam. A lona preta é o retrato da luta cotidiana do Movimento contra o latifúndio, a segregação e as injustiças sociais que tanto castigam esse país.