MST manifesta solidariedade aos camponeses sul africanos

 

 

Da Página do MST

Trabalhadores agrícolas da região vinícola do Cabo Ocidental, na África do Sul, entraram em greve, reivindicando melhores salários e condições trabalhistas. Ontem (9), ao realizarem uma manifestação na principal rodovia da região, os trabalhadores foram reprimidos pela polícia.

Em carta, o dirigente do MST, João Pedro Stédile, manifesta o apoio e a solidariedade dos movimentos camponeses brasileiro às lutas dos trabalhadores africanos. Leia a carta abaixo: