MST ocupa Secretaria de Estado de Agricultura em Belém

Cerca de 250 familias ligadas ao MST ocuparam a Secretaria de Estado de Agricultura, na manhã desta quarta-feira.

A ocupação faz parte da Jornada Nacional da Via Campesina.

As famílias exigem uma reunião como secretário Hidelgardo Nunes e querem o destravamento da pauta da jornada de abril.

Entre as reivindicações das famílias, estão a questão fundiária, escolas nos assentamentos, energia elétrica e créditos.

A ocupação só terminará quando o secretário comparecer e reunir com as famílias.

Em Santa Catarina, camponeses fazem marcha e ocupam Conab

Militantes da Via Campesina de Santa Catarina realizaram uma marcha pela via expressa que dá acesso a Florianópolis, pela BR-101.

O prédio da Conab foi ocupado até o início da tarde.

Uma comissão foi recebida e apresentou uma carta com reivindicações para melhoria do atendimento às famílias camponesas.

Na parte da tarde, os trabalhadores seguiram para a cidade de Itajaí, onde se juntaram aos trabalhadores da Petrobrás em um ato em defesa do petróleo.

MST faz protestos em seis municípios em São Paulo

 

Nesta quarta-feira, na região de Ribeirão Preto, cerca 100 famílias no Acampamento Irmã Dorothy, em Restinga, fazem um ato sobre o dia Internacional da Alimentação e no município de Salete Oliveira, fazem uma panfletagem na Praça.

Nesta terça-feira, no Pontal do Paranapanema, cerca de 150 famílias ocuparam a fazenda São Domingos no município de Sandovalina. A ação visa denunciar a paralisia da Reforma Agrária na região do Pontal do Paranapanema, o maior estoque de terras públicas do estado de São Paulo sob posse do Latifúndio e do agronegócio.

MST marcha em Fortaleza à sede do governo do Ceará

 

Da Página do MST

 

Cerca de 800 agricultores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) realizam marcha até a sede do Governo do Estado em Fortaleza.

Os manifestantes, vindos de várias regiões do estado, estão acampados desde terça-feira na sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

MST realiza marcha e ocupa Incra em João Pessoa

 

Do Jornal da Paraíba

Após percorrer 50 quilômetros a pé sob sol intenso, cerca de 2.500 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) chegaram na manhã de ontem a João Pessoa para reivindicar desapropriação deterras aos governos federal e estadual. Eles saíram do assentamento Wanderley Caixe, em Caaporã, localizada na divisa da Paraíba com Pernambuco, e enfrentaram cerca de oito horas de caminhada na rodovia.

500 famílias do MST ocupam lote no Platô de Neopolis

 

Cerca de 500 famílias do MST ocuparam um lote do Platô de Neopolis, na Região Norte do Estado de Sergipe, nesta terça-feira (15/10).

As famílias Sem Terra questionam o Projeto do Platô de Neopólis, reivindicam a Reforma Agrária e defendem a soberania alimentar no Brasil.

O Projeto Irrigado do Platô de Neópolis é situado à margem direita do Rio São Francisco, envolvendo os municípios de Neópolis, Japoatã, Pacatuba e Santana do São Francisco.

Trabalhadores rurais ocupam Incra em Santa Catarina

Da Página do MST

 

A Via Campesina de Santa Catarina, que realiza a Jornada Nacional de Luta, ocuparam o Incra, nesta terça-feira.

Os camponeses entregaram a pauta de reivindicações para o superintendente José dos Santos, com pontos sobre novas áreas para a Reforma Agrária, renegociação de dívidas, nova modalidade de crédito e infraestrutura para os assentamentos.

Os movimentos realizaram uma aula aberta na Universidade Federal de Santa Catarina sobre a questão do petróleo.