Em Campinas, Sem Terra promovem ato nesta sexta

O MST e o Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar convidam para ato político em defesa da Reforma Agrária e contra a criminalização dos movimentos sociais às 8h desta sexta-feira (16/4), no acampamento Roseli Nunes e João Calixto, em Campinas.

O acampamento, com 150 famílias, fica na Fazenda Monte D’este, no município de Campinas, que foi declarada improdutiva há dois anos, segundo laudo de vistoria do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O MST e o Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar convidam para ato político em defesa da Reforma Agrária e contra a criminalização dos movimentos sociais às 8h desta sexta-feira (16/4), no acampamento Roseli Nunes e João Calixto, em Campinas.

O acampamento, com 150 famílias, fica na Fazenda Monte D’este, no município de Campinas, que foi declarada improdutiva há dois anos, segundo laudo de vistoria do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Desde então, o processo de desapropriação não avançou e encontra-se parado. Além desta área, há outras áreas na região para irem para decreto de desapropriação e outras visivelmente improdutivas. Todas devem ser destinadas para a Reforma Agrária.

Nesta semana, a Justiça já concedeu a liminar de despejo das famílias Sem Terra.

Este acampamento integra a Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária , em memória ao massacre de 19 Trabalhadores (as) Rurais Sem Terra em Eldorados dos Carajás (PA), em 17 de abril de 1996

Até hoje, 14 anos depois, ninguém foi punido. Dia 17 de abril é o Dia Internacional de Luta Camponesa.

Como chegar ao acampamento :

Rodovia SP 340 (Campinas-Mogi), sentido Mogi, KM 121, entrada para Furnas, ao lado esquerdo da vicinal, antes de Furnas.