Deputados escrevem ofício à Dilma contra possível extinção do MDA

Para eles, “a eventual efetivação dessa medida representaria a revogação de uma conquista institucional histórica dos trabalhadores e trabalhadoras rurais”.

MDA.jpeg

Da Página do MST

Os membros do núcleo agrário da bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados escreveram um ofício à presidenta Dilma Rousseff, em que demonstram profundas preocupações com a possibilidade do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) ser extinto na reforma administrativa, que deve ser anunciada em breve pelo governo federal.

A carta assinada por 46 deputados manifesta “profunda apreensão” com os “rumores dando conta da provável diluição da missão e atribuições do MDA”. 

Para eles, “a eventual efetivação dessa medida representaria a revogação de uma conquista institucional histórica dos trabalhadores e trabalhadoras rurais”, diz trecho do documento.

O gesto “seria uma contradição inusitada”, uma vez que o governo “revogaria a conquista” dos trabalhadores rurais, efetivada durante o governo FHC, “em nome de uma duvidosa economia exigida pelo ajuste fiscal”, afirmam ainda os deputados.

Os deputados também lembram da importância da agricultura familiar para a estrutura agrícola brasileira, ao destacarem “o papel estratégico desse segmento na oferta interna dos principais alimentos da dieta básica dos brasileiros”, e na alta capacidade de geração de renda e emprego no campo.

Neste caso, os deputados recordam os últimos dados do IBGE, que apontam que a ocupação da agricultura familiar é 3,7 maior ao do agronegócio, e que enquanto este último gera um emprego a cada 60 hectares, em média, essa relação cai para 9 hectares na agricultura familiar.