Casa digital Patricia Galvão é inaugurada no Paraná

A casa digital faz parte do ‘Projeto De Olho na Terra- Região Sul’, que já inaugurou dois telecentros na região

IMG_2572.jpg

 

Por Geani Souza 
Da Página do MST 

 

No ultimo domingo (28), as famílias do assentamento Dorcelina Folador, no município de Arapongas, Paraná, inauguraram a casa digital &”39;Patrícia Galvão&”39;, mais uma conquista da Reforma Agrária na região norte do estado.

A casa digital faz parte do &”39;Projeto De Olho na Terra- Região sul&”39;, que já inaugurou dois telecentros, e está um terceiro em fase de construção.

Para Maria Luiza, assentada e integrante do coletivo de juventude do estado, o projeto veio para potencializar as ações de comunicação na região.

“Poder estudar aqui é muito importante, além de aprender na teoria e na prática, consigo levar para os jovens do meu assentamento tudo o que aprendi aqui. E, assim, damos continuidade ao aprendizado”, disse.

O projeto &”39;De Olho na Terra&”39; é realizado na região Sul do Brasil, numa parceria entre o MST, o Ministério das Comunicações e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

 

O objetivo é levar tecnologia aos assentamentos para a formação de jovens em diversas áreas da comunicação, como rádio e audiovisual.

Jiana Tomaz Moro, representante da UFSC, enfatiza que o projeto é fruto da luta e organização do Movimento, que reivindica do estado políticas públicas para a permanência da juventude no campo.

“Essa é mais uma ferramenta que contribui ativamente para a permanência do jovem no campo e para o aprimoramento dos espaços de produção nas cooperativas”, finalizou. 

 

*Editado por Maura Silva