Cesta “Produtos da Terra” é opção de presente consciente e sustentável neste Natal, em Curitiba

Os produtos são frutos de comunidades da Reforma Agrária, da Agricultura Familiar e de empreendimentos da Economia Solidária

Começaram as encomendas de cestas de Natal para entrega em Curitiba (PR); na foto, a cesta grande, com 16 itens, que custa R$ 175 no site Produtos da Terra (Foto: divulgação/MST)

Por Setor de Comunicação e Cultura do MST no Paraná
Da Página do MST

Panetone produzido por mulheres de padarias comunitárias da periferia de Curitiba e região. Cachaça orgânica vinda de um assentamento da Reforma Agrária com produção 100% agroecológica. Chips de banana feitos por uma cooperativa de famílias quilombolas.

Esses são alguns dos itens que compõem as cestas de Natal Produtos da Terra, oferecidas por comunidades Reforma Agrária, da Agricultura Familiar, e por grupos da Economia Solidária do Paraná.

De acordo com Ademir Fernandes, integrante da Cooperativa Central de Reforma Agrária do Paraná (CCA) e que faz parte da equipe de organização das cestas, a intenção é apresentar uma nova forma de consumo para a sociedade de Curitiba. 

“As cestas são uma opção de presente consciente neste período de celebrações. A maioria dos produtos são agroecológicos, frutos de produção cooperada, sustentável e com relações justas de trabalho”, explica.

Para substituir os materiais descartáveis, as embalagens da cesta serão ecobags produzidas por um coletivo de costureiras da Rede Mandala – Rede Paranaense de Economia Solidária Campo-Cidade, com sede na capital.

Gerida de forma conjunta pela CCA e pelo empreendimento de Economia Solidária Sinergia Alimentos Saudáveis, a marca Produtos da Terra Paraná é um dos projetos abarcados pela Rede Mandala. O objetivo é fortalecer os vínculos diretos entre produtores e consumidores, no campo e na cidade.  

Além das cestas de Natal, já oferecidas pelo terceiro ano consecutivo, a articulação comercializa cestas agroecológicas a partir de entrega coletiva semanais e em feiras livres, em Curitiba, com mais de 170 itens disponíveis.

 

(Foto: divulgação/MST)

Preço justo e sem filas 

Os kits estão disponíveis em três tamanhos e preços diferentes: pequena, com 10 itens e com custo de R$ 60; média, com 15 itens e a R$ 135; e grande, com 18 itens, por R$ 175. Estes são valores promocionais, disponíveis até o dia 5 de dezembro. 

As encomendas podem ser feitas  pelo site Produtos da Terra Paraná (produtosdaterrapr.com.br), até o dia 7 de dezembro, para entregas nos dias 11 e 12; e até o dia 14 de dezembro, para entregas nos dias 18 e 19. 

A equipe das cestas disponibiliza 8 pontos de entrega espalhados pela cidade, à escolha do cliente e sem taxas adicionais. A opção de entrega a domicílio também estará disponível para essas mesmas datas, com taxas e áreas a combinar. Compras institucionais ou acima de R$ 20 têm valor diferenciado. Para consultar, escreva para o e-mail produtosdaterrapr@gmail.com

Apoiadores podem doar cestas solidárias

Além das três opções de cestas, neste ano o site Produtos da Terra também se junta às ações de solidariedade realizadas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A proposta vai unir os esforços de trabalhadores do campo e da cidade para a doação de cestas com produtos da Reforma Agrária e da Economia Solidária para pessoas em situação de vulnerabilidade de Curitiba e Região Metropolitana.  

O convite é para que clientes doem a “Cesta Esperança”, que é o kit organizado pela articulação Produtos da Terra PR voltado especialmente para doações. A cesta é formada por 12 itens, todos vindos de padarias comunitárias e cooperativas da Reforma Agrária do Paraná e Santa Catarina. O kit custa R$ 70, valor equivalente ao preço de custo dos produtos e da logística, como transporte e embalagem das cestas.  

Para além destes itens, famílias do MST de acampamentos e assentamentos do estado vão doar alimentos frescos, in natura, que vão complementar a cesta. Das hortas familiares e comunitárias virão frutas da época, legumes, verduras e tubérculos, a maioria produzidos sem o uso de agrotóxicos. 

Para os camponesas/es Sem Terra, essa ação é a continuidade da campanha iniciada pelo Movimento no começo da pandemia. Aqui no estado, cerca de 442 toneladas de alimentos já foram partilhadas por 121 assentamentos e 51 acampamentos, espalhados por 80 municípios. 

A meta é chegar a duas mil famílias em situação de vulnerabilidade da periferia de Curitiba e Região Metropolitana, que já têm sido apoiadas por ações de solidariedade do MST. As entregas serão realizadas na semana no Natal, por isso a data limite para se somar a essa ação é dia 10 de dezembro.

Clique aqui para doar a sua cesta solidária de Natal!

*Editado por Ludmilla Balduino