Apresentação

Declarado em 2012 o patrono da educação brasileira, por meio da Lei 12.612, devido à importância nacional e internacional de suas ideias e prática educativa, Paulo Freire desejava unir pessoas, povos e instituições em torno de uma educação humanizadora, transformadora e emancipadora.

Nascido em 1921, no Pernambuco, onde desde cedo percebeu as dificuldades de sobrevivência das classes oprimidas, ou seja, dos trabalhadores. Em 2021 comemoramos o Centenário de Paulo Freire, que dedicou sua vida e obra na construção de uma educação libertadora para os povos oprimidos.

O legado de Paulo Freire segue inspirando os movimentos populares do Brasil e da América Latina na luta pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade, para a emancipação popular e construção de um mundo sem opressores e oprimidos e com justiça social.

Neste Especial você encontra diversas informações e conteúdo sobre a comemoração do Centenário de Paulo Freire. Acompanhe e venha construir com os trabalhadores e trabalhadoras do MST o projeto de Reforma Agrária Popular e Educação Popular para a libertação dos povos.


Linha do Tempo

NASCE PAULO FREIRE
1921

NASCE PAULO FREIRE

Paulo Reglus Neves Freire nasceu em 19 de setembro de 1921 no Recife, capital do estado brasileiro de Pernambuco.

DEPRESSÃO DE 1929
1929

DEPRESSÃO DE 1929

Sua família fazia parte da classe média, mas Paulo Freire vivenciou a pobreza e a fome na infância durante a depressão de 1929, uma experiência que o levaria a se preocupar com os mais pobres e o ajudaria a construir seu revolucionário método de alfabetização.

CURSA DIREITO NA UNIVERSIDADE DO RECIFE
1943

CURSA DIREITO NA UNIVERSIDADE DO RECIFE

Paulo Freire ingressa na Faculdade de Direito do Recife. Naquela época, o curso de direito era a única alternativa na área de ciências humanas. Nesse período, conheceu a professora primária Elza Maia Costa Oliveira, sua primeira esposa.

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO SERVIÇO SOCIAL EM PERNAMBUCO
1946

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO SERVIÇO SOCIAL EM PERNAMBUCO

Paulo Freire assume o cargo de Diretor do Departamento de Educação e Cultura do Serviço Social, onde travou contato com a questão da educação de adultos/trabalhadores e percebeu a necessidade de executar um trabalho direcionado à alfabetização.

CONSTRUÇÃO DO MÉTODO PAULO FREIRE
1961

CONSTRUÇÃO DO MÉTODO PAULO FREIRE

Tornou-se diretor do Departamento de Extensões Culturais da Universidade do Recife e, no mesmo ano, realizou junto com sua equipe as primeiras experiências de alfabetização popular que levariam à constituição do Método Paulo Freire.

PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS
1963

PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS

Sua equipe foi responsável pela alfabetização de 300 cortadores de cana em apenas 45 dias.

GOLPE MILITAR
1964

GOLPE MILITAR

Em 1964, meses depois de iniciada a implantação do Plano, o golpe militar extinguiu esse esforço. Freire foi encarcerado como traidor por 70 dias.

EXÍLIO NO CHILE
1967

EXÍLIO NO CHILE

Durante o exílio, Paulo Freire passou pela Bolívia e trabalhou no Chile por cinco anos para o Movimento de Reforma Agrária da Democracia Cristã e para a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação.

PEDAGOGIA DO OPRIMIDO
1968

PEDAGOGIA DO OPRIMIDO

No ano anterior, ele havia concluído a redação de seu mais famoso livro, Pedagogia do Oprimido, que foi publicado em várias línguas como o espanhol, o inglês (em 1970) e até o hebraico (em 1981)

PROFESSOR VISITANTE EM HARVARD
1969

PROFESSOR VISITANTE EM HARVARD

Freire foi convidado para ser professor visitante da Universidade Harvard.

RETORNO AO BRASIL
1980

RETORNO AO BRASIL

Com a Anistia em 1979 Freire pôde retornar ao Brasil, mas só o fez no ano seguinte.

DIRETORIA EXECUTIVA DA FUNDAÇÃO WILSON PINHEIRO
1981

DIRETORIA EXECUTIVA DA FUNDAÇÃO WILSON PINHEIRO

Integrou o Partido dos Trabalhadores (PT), tendo sido Presidente da 1ª Diretoria Executiva da Fundação Wilson Pinheiro, fundação de apoio partidária instituída pelo PT em 1981 (antecessora da Fundação Perseu Abramo).

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EM SÃO PAULO
1989

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EM SÃO PAULO

Freire foi nomeado secretário de Educação da cidade de São Paulo. Exerceu esse cargo de 1989 a 1991.

CRIAÇÃO DO INSTITUTO PAULO FREIRE
1991

CRIAÇÃO DO INSTITUTO PAULO FREIRE

Em 1991, o Instituto Paulo Freire foi criado em São Paulo para ampliar e elaborar as suas teorias da educação popular. O instituto já tem projetos em muitos países e está sediada na Escola de Educação e Estudos de Informação da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), onde arquivos de Freire são mantidos.

PAULO FREIRE MORRE AOS 75 ANOS
1997

PAULO FREIRE MORRE AOS 75 ANOS

Freire morreu de um ataque cardíaco em 2 de maio de 1997, às 6h53, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.


Fotos

Experiências de Alfabetização do MST

Para o MST, a alfabetização, tanto de crianças quanto de jovens e adultos, traz esperança e aprendizado para educandos e educadores das áreas de reforma agrária. Confira algumas fotos das ações construídas para romper as cercas da desigualdade a partir das letras e das palavras.

Alfabetização e Agroecologia na Zâmbia

Baseada no método Ler, Falar e Escrever as Palavras e o Mundo, a Campanha de Alfabetização e Agroecologia Fred M’membe, coordenada pela Brigada Internacionalista do MST Samora Machel e pelo Partido Socialista (SP), ocorre em três províncias da Zâmbia: Lusaka, Eastern e Western. O objetivo é alfabetizar trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade na língua oficial do país, o Inglês. A ênfase em agroecologia é parte do esforço em promover uma melhoria na vida da população mais pobre por meio da alimentação saúdavel e geração de renda.

Bicicletas para Zâmbia

A Campanha Bicicletas para Zâmbia realizou a distribuição de 100 bicicletas novas para todos os professores e professoras voluntários na Campanha de Alfabetização nas províncias de Western, Eastern e Lusaka. A Campanha de Alfabetização acontece como ação internacionalista da Jornada de Educação Paulo Freire que o MST constrói no ano do centenário do grande educador brasileiro.

Arte Homenagem a Paulo Freire

Neste ano do Centenário de Paulo Freire, diversas são as homenagens que o MST tem realizado para trazer a memória do patrono da educação brasileira. Ressaltando a importância de suas ideias e práticas educativas, Paulo Freire, que sempre esteve presente nos espaços do MST, ganha materialidade com bustos da imagem do pensador para que sua memória seja lembrada.

Campanha de Alfabetização na Zâmbia

Com o objetivo de alfabetizar 2.000 trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade na língua oficial do país, o Inglês, a Campanha foi iniciada nesse mês de maio. Inspirada no método Freiriano a Campanha de Alfabetização e Agroecologia Fred M’membe é coordenada pela Brigada Internacionalista do MST Samora Machel e pelo Partido Socialista (SP)


Vídeos

Clipe | Unidos da Lona Preta canta e conta Paulo Freire

Clipe | Unidos da Lona Preta canta e conta Paulo Freire

Lisete Arelaro fala sobre o legado de Paulo Freire

Lisete Arelaro fala sobre o legado de Paulo Freire

“Esperançar” com Dom Roberto Francisco Ferrería Paz

“Esperançar” com Dom Roberto Francisco Ferrería Paz

Em tempos de luto e luta, precisamos Esperançar

Em tempos de luto e luta, precisamos Esperançar

Mensagem de Paulo Freire às educadoras e educadores do MST!

Mensagem de Paulo Freire às educadoras e educadores do MST!


Últimas notícias

Jornada de Alfabetização no Maranhão utiliza Círculos de Cultura em método dialógico e crítico

Jornada de Alfabetização no Maranhão utiliza Círculos de Cultura em método dialógico e crítico

Sem Terrinha Cultivando Solidariedade e o legado de Paulo Freire

Sem Terrinha Cultivando Solidariedade e o legado de Paulo Freire

A Revista Sem Terrinha chegou!

A Revista Sem Terrinha chegou!

Crianças Sem Terrinha cultivam solidariedade e o legado de Paulo Freire

Crianças Sem Terrinha cultivam solidariedade e o legado de Paulo Freire

“Plantio massivo de árvores enraíza mudança cultural contra o desmatamento”, diz dirigente do MST no Paraná

“Plantio massivo de árvores enraíza mudança cultural contra o desmatamento”, diz dirigente do MST no Paraná

Pedagogia do oprimido nos Movimentos Populares

Pedagogia do oprimido nos Movimentos Populares

+ NOTÍCIAS


Downloads

© MST 2021  – Todos os direitos reservados