“É uma agressão da FAO promover transgênicos no México”, diz Via Campesina

A delegação da América do Norte da Via Campesina divulgou manifesto em que rechaça a postura da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) durante a “Conferência Técnica Internacional sobre Biotecnologias agrícolas nos países em desenvolvimento”, que acontece termina nesta quinta (4/3) em Guadalajara, no México.

Para a entidade camponesa, a real intenção do evento é incentivar o cultivo de Organismos Geneticamente Modificados (OGM).

Leia abaixo a íntegra do documento.

É uma agressão por parte da FAO reunir-se no México para promover os transgênicos

Cientistas denunciam favorecimento de empresas em conferência de biotecnologia

A Via Campesina da América do Norte, a Rede em Defesa do Milho e a Assembléia Nacional de Afetados Ambientais realizaram uma conferência pública e uma entrevista coletiva para fixar sua posição em relação à Conferência sobre Biotecnologias Agrícolas nos países em desenvolvimento, da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), que começou no dia primeiro de março em Guadalajara, Jalisco, no México.