Campanha contra os agrotóxicos fortalece os princípios da agroecologia na Bahia


Por Wesley Lima
Da Página do MST

Refletir com atividades criativa o contexto dos assentamentos e escolas do campo, orientar sobre os riscos do uso de agrotóxicos e reafirmar as discussões acerca dos princípios da agroecologia: esses são os principais objetivos da campanha “Extremo Sul pela Vida, Agrotóxicos Zero”.

Lançada em maio deste ano, as atividades em torno da campanha servem para defender o princípio da soberania alimentar e fortalecer o debate da agroecologia para os camponeses.

Agroecologia terá plano nacional e cria um novo marco para o país


Por Najar Tubino
Da Carta Maior

O governo federal lançará em breve o Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (PLANAPO), depois de mais de um ano de discussão com dezenas de entidades da sociedade civil e representantes de 10 ministérios. O ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas disse que o plano será importante não só para a agricultura familiar, mas para todo o país.

Encontro de Agroecologia reúne agricultores da Paraíba em Lagoa Seca

 
Da Adital

Terá início na próxima quarta-feira, 24 de outubro, a partir das 14h, no Convento Ipuarana em Lagoa Seca, na Paraíba, o VI Encontro Paraibano de Agroecologia (EPA). O encontro, que segue até a sexta-feira, 26 de outubro, reunirá agricultoras e agricultores experimentadores de todas as microrregiões do estado com o objetivo de compartilhar experiências de fortalecimento da agricultura familiar camponesa agroecológica.

Confira a reportagem sobre a agrônoma Ana Maria Primavesi


Da Página do MST

Veja reportagem sobre Ana Maria Primavesi, uma das agrônomas mais importantes do Brasil. Em 60 anos de carreira, a doutora Primavesi deu aulas, escreveu livros, fez conferências e ganhou prêmios em vários países.

A agrônoma, referência para cientistas e agricultores, tem na centralidade do seu trabalho o manejo ecológico dos solos, ao lutar por outra política e modo de produção agrícola muito diferente da hegemonizada pelo agronegócio.

Sem Terra participam de seminário sobre agroecologia no Rio Grande do Sul

Da Página do MST

Cerca de 100 militantes do MST, provenientes dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, participaram do Seminário de Agroecologia, no Centro de Formação Sepé Tiaraju, no assentamento Filhos de Sepé, localizado no município de Viamão, região metropolitana de Porto Alegre.

Entre os dias 12, 13 e 14 de setembro, os Sem Terra puderam debater a situação dos assentamentos e o enfrentamento ao capital e ao agronegócio, e os possíveis rumos das práticas agroecológicas na produção agrícola brasileira.

Famílias Sem Terra sofrem despejo em Macaé


Na manhã desta quarta-feira (17), a Polícia Federal deu início ao despejo do acampamento Osvaldo de Oliveira, na fazenda Bom Jardim, em Macaé (RJ).

O latifúndio, que foi ocupado por 400 famílias Sem Terra no último dia 7 de setembro, tem 1600 hectares e foi considerado improdutivo pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) ainda em 2006, por não cumprir com sua função social e ambiental.