“Agronegócio quer acabar com rotulagem dos transgênicos para não ser responsabilizado”, diz estudioso

 

 

Do IHU Online

Evitar uma relação de causa e efeito entre alimentos transgênicos e possíveis problemas de saúde. Essa é a razão para alterar a legislação que determina a rotulagem de produtos transgênicos comercializados no Brasil, diz o agrônomo José Maria Ferraz à IHU On-Line. Na entrevista a seguir, concedida por telefone, Ferraz esclarece que a legislação que permite a comercialização de agrotóxicos no país determinava o monitoramento e a rotulagem dos produtos.

Entidades lançam carta contra PL que propõe fim da rotulagem de transgênicos

 
Da Página do MST

 

Movimentos Sociais e entidades ambientais lançaram uma carta aberta contra o PL4148/2008, do deputado Luis Carlos Heinze (PP), que prevê o fim da rotulagem de produtos transgênicos. Se isso acontecer, o consumidor será diretamente prejudicado, pois não poderá saber se está comprando um alimento geneticamente modificado; além disso, o monitoramento dos impactos dos produtos será prejudicado, pois é a rotulagem que permite esse acompanhamento. Abaixo, leia a carta completa:

 

 

Estados Unidos retira oposição a rotulagem de transgênicos

Por Camila Queiroz
Da Adital

Ontem (5), os Estados Unidos tomaram uma decisão que surpreendeu positivamente aos defensores dos direitos dos consumidores. Na cúpula anual da Comissão do Codex Alimentarius, em Genebra (Suíça), a delegação estadunidense retirou a oposição ao documento de diretrizes sobre rotulagem de transgênicos. Com isso, o texto poderá ser convertido em um documento oficial do Codex, que reúne mais de 100 países.