Projeto popular e escolas do campo

Autores: César Benjamin e Roseli Salete Caldart Este terceiro volume tem por objetivo dar continuidade à reflexão e ao debate sobre educação básica do campo, que mais sistematicamente vem sendo articulados no Brasil desde 1998. Visamos aqui, de modo especial, refletir num primeiro momento sobre “Um projeto popular para o Brasil”que nosso povo deseja construir […]

Autores: César Benjamin e Roseli Salete Caldart

Este terceiro volume tem por objetivo dar continuidade à reflexão e ao debate sobre educação básica do campo, que mais sistematicamente vem sendo articulados no Brasil desde 1998. Visamos aqui, de modo especial, refletir num primeiro momento sobre “Um projeto popular para o Brasil”que nosso povo deseja construir e, num segundo momento, refletir sobre as escolas do campo e como elas se inserem na dinâmica das lutas pela implementação deste projeto.

César Benjamin estimula a nossa reflexão sobre o projeto popular de Brasil, comentando cada um dos termos da proposta. Em seguida questiona se o referido projeto é necessário e viável. Analisa a necessidade de alguns princípios a serem seguidos, assim como de mudança na política dominante para tornar possível o projeto proposto.

Roseli Caldart situa a experiência concreta do MST neste contexto de luta por um Projeto Popular de Brasil, e nele do campo. O ângulo específico de sua reflexão é a caminhada da educação do campo.

Coleção “Por uma educação Básica no campo – Volume 3” / 2000