MST lamenta falecimento de Dona Liege, assentada em Alagoas

"Que seus sonhos permaneçam em nós e sigam semeando sonhos, cultivando resistência e produzindo vidas novas e libertas", destaca trecho da nota de pesar do MST Alagoas
Dona Liege era assentada no assentamento Jaelson Melquiades em Atalaia. Foto: Divulgação MST

Da Página do MST

Faleceu na tarde de hoje (12) a companheira e militante do MST em Alagoas, Dona Liege.

Assentada no município de Atalaia, Dona Liege contribuiu por anos nos cuidados e na tarefa da cozinha das inúmeras atividades do Movimento no estado.

“Que seus sonhos permaneçam em nós e sigam semeando sonhos, cultivando resistência e produzindo vidas novas e libertas”, destaca trecho da nota de pesar do MST Alagoas.

Confira na íntegra:

NOTA DE PESAR

É com imensa de tristeza e um vazio sem tamanho que o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Alagoas recebe na tarde de hoje (12) a notícia do falecimento da nossa companheira Dona Liege, que nos deixa fisicamente após internação de mais de 30 dias no Hoslital Geral do Estado (HGE) em Maceió, por complicações de saúde.

Dona Liege era assentada no assentamento Jaelson Melquiades em Atalaia, e por muitos anos foi como muitos diziam o nosso anjo na cozinha, na Brigada Carlos Marighella e no nosso Centro de Formação, na bela tarefa de alimentar o nosso povo nos nossos cursos, mobilizações e atividades.

Num exemplo vivo de disciplina e compromisso com a luta do nosso Movimento, se doando e dedicando-se ao que fazia.

Lamentamos profundamente sua partida física e estendemos nossa solidariedade aos familiares e demais amigos.

Que seus sonhos permaneçam em nós e sigam semeando sonhos, cultivando resistência e produzindo vidas novas e libertas.

Dona Liege: presente!

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Alagoas, 12 de fevereiro de 2021