Gilmar Mendes susta ações contra privatização da Vale


Do Vermelho

Numa decisão unipessoal, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu o andamento de dezenas de ações que visavam anular a privatização da Companhia Vale do Rio Doce. A decisão atende um pedido da empresa, hoje um poderoso grupo privado.

O ministro alega que a companhia demonstrou a “plausibilidade de ocorrência de tumulto processual e violação ao princípio da segurança jurídica, com a prolação de inúmeras decisões conflitantes sobre a mesma questão”.

Plebiscito discute soberania do país

Por Juliano Domingues

O Plebiscito Popular que ocorre durante a semana da pátria entre os dias 1º e 7 de setembro é antes de tudo, um exercício de democracia na qual impera a vontade do povo. O evento, entre outros pontos, discutirá a validade da privatização da Companhia Vale do Rio Doce.

A Vale e o neoliberalismo no Brasil

“Não custa lembrar que a Vale foi a empresa que mais contribuiu para a campanha do candidato Lula, em 2006”, declarou o sociólogo Ivo Lesbaupin em entrevista. Lesbaupin, para resgatar a história da mineradora, descreve o avanço do neoliberalismo no Brasil, o plebiscito pela reestatização da Vale, o posicionamento da CNBB, dos movimentos sociais e do governo Lula. Em sua análise, o professor da UFRJ critica o atual governo por ser apenas uma continuação do anterior.