Feira promove conferência sobre Alimentação Saudável com chef Bel Coelho e João Pedro Stedile

Conferência “Alimentação Saudável: um direito de todas e de todas” acontece durante Feira do MST, em São Paulo

Da Página do MST
 

Na manhã deste sábado (5/5), às 10h, a Feira Nacional da Reforma Agrária promove a Conferência “Alimentação Saudável, um direito de todos e todas” com a participação da chef Bel Coelho e do integrante da direção do MST, João Pedro Stedile. 
 

Também participará da conferência Patrícia Jaime, professora do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo e militante do campo da alimentação e nutrição em saúde coletiva. Além da nutricionista, o Arcebispo de Botucatu, Dom Maurício Andrade, também fará parte da mesa. 
 

XXX.jpg

“Por meio da conferência, sintetizamos o principal debate da nossa 3º Feira Nacional: a alimentação saudável, uma das principais propostas da reforma agrária popular. Neste sentido, denunciamos o consumo e uso de agrotóxicos por parte do agronegócio, um modelo falido para a saúde humana. Ao mesmo tempo, mostramos na prática que é possível o acesso e consumo de produtos agroecológicos e orgânicos, produção que depende diretamente da reforma agrária”, disse Kelli Mafort, da direção nacional do MST. 

A Feira Nacional da Reforma Agrária acontece até o próximo domingo (6/5) no Parque da Água Branca da capital paulista. Em sua terceira edição, a Feira reúne mais de 350 toneladas de alimentos saudáveis e a presença de mais de 900 assentados/as, dos 23 estados e o Distrito Federal, onde há organização do MST. 
 

Homenagem a Paul Singer
 

A Conferência “Alimentação Saudável, um direito de todos e todas” ainda fará uma homenagem ao economista Paul Singer, que faleceu em abril deste ano. “Um dos idealizadores da Economia Solidária, Paul Singer foi um militante, professor e amigo do MST. Sua contribuição sobre o papel da cooperação foi importantíssima para o que é o Movimento hoje”, completou Mafort. 
 

Acompanhe o especial da 3ª Feira Nacional da Reforma Agrária clicando aqui.