30 de dezembro de 2020

Brasiguaios renovam esperanças de um 2011 sem lona e longe da beira de estrada


 value="http://www.youtube.com/v/NSm8J3CUsOU?fs=1&amp;hl=pt_BR"><param name="allowFullScreen" value="true"><param name="allowscriptaccess" value="always"><embed src="http://www.youtube.com/v/NSm8J3CUsOU?fs=1&amp;hl=pt_BR" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="220" height="125"></object></p>

Balanço e desafios para um novo ano

Final de ano é momento de fazer balanço das atividades do período que passou, avaliar os avanços e as dificuldades encontradas e começar a planejar o ano que vem chegando. 2009 vai ficar marcado na história como o ano da grande crise capitalista que assolou os mercados financeiros de todo mundo. Crise que se iniciou nos EUA, mas varreu vários países, ricos e pobres, quebrando bolsas, bancos, empresas e, sobretudo, desmoronou a hegemonia ideológica das certezas dos grandes capitalistas no seu deus Mercado, o chamado neoliberalismo.

Estado brasileiro pouco avançou na Reforma Agrária

Da Adital Robson Braga - Adital O Estado brasileiro pouco avançou nas políticas voltadas ao campo. Algumas medidas pontuais não foram suficientes para solucionar questões como a reforma agrária, que exige estratégias amplas para a desapropriação das terras improdutivas espalhadas pelo país. A avaliação foi feita, em entrevista à Adital, por Marina dos Santos, uma das coordenadoras nacionais do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Gilmar Mendes suspende demarcação de terra indígena

Da Radioagência NP “A medida do ministro é um ato lamentável que prorroga o sofrimento dos índios. Índios que não aguentam mais tantas medidas contrárias aos seus direitos”. A opinião é de um dos coordenadores do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Egon Heck, sobre a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, que suspendeu, no dia 29 de dezembro, os efeitos de um decreto assinado pelo presidente Lula. O decreto homologou a demarcação da terra indígena Arroio-Korá, em Mato Grosso do Sul (MS).

Antes que acabe o ano

ANTES QUE ACABE O ANO Ademar Bogo* Antes que acabe o ano Farei uma poesia Para dizer em versos Que iremos renascer Junto com o ano novo; De novo... Mas o ano velho também será lembrado Ele é a causa presente terminando Conhece-nos detalhadamente E nos dá razão. Continuará em nós Em sabedoria e experiência Em lembranças Em consciência. Antes que acabe o ano insatisfeito E venha o ano bom Farei uma poesia Para zombar do tempo e da corrupção; Zombar daqueles que pensam que venceram Quando apenas se condenaram ainda mais Por isto não renascerão

A ressaca de Copenhague

Co-presidente do Diálogo Internacional sobre Clima e Florestas, membro do Fórum Brasileiro sobre Mudanças Climáticas e diretor (desde 1989) da Amigos da Terra - Amazônia Brasileira, Roberto Smeraldi avalia nesta entrevista concedida a O Eco por e-mail os resultados da 15a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP15), terminada no último 20 de dezembro, em Copenhague. O ambientalista projeta reflexos políticos no Brasil e no mundo do fracassado megaevento. Autor de ensaios e livros sobre políticas públicas, desenvolvimento, Amazônia e tendências

Procurador diz que mais grileiros podem ser presos no Pará

Da Radiobrás Com a prisão, ocorrida em 26/12, no Pará, de Regivaldo Pereira Galvão, acusado de ser um dos mandantes do assassinato da missionária Dorothy Stang, os grileiros que atuam na região devem “colocar as barbas de molho”. A afirmação…

Lei contra biopirataria é vetada em Manaus

Informativos – Últimas do MST Lei contra biopirataria é vetada em Manaus 30/12/2004 Fonte Amazônia.org A Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas aprovou nesta terça-feira o veto total do Poder Executivo à Lei da Biodiversidade – que tinha como objetivo…