Ruralistas e a Senadora Kátia Abreu querem privatizar a Embrapa

 

Da Página do MST

A Bancada Ruralista, que em 2015 elevará o número de cadeiras no Congresso Nacional de 205 para 273, já começa a trazer à tona projetos de interesse próprio. 

Um deles é o Initial Public Offering (IPO) da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). 

Na prática o IPO consiste na abertura de capital da empresa, ou seja, ações ou cotas podem ser adquiridas em leilões de mercado. 

Para especialista, Embrapa tem que priorizar orgânicos e não transgenia

 

Por Maura Silva
Da Página do MST

Seguindo a onda dos alimentos transgênicos, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Empraba) se prepara para lançar uma nova variedade da hortaliça mais consumida no mundo, a alface. 

Pesquisadores afirmam que a verdura, que está prevista para chegar à mesa dos brasileiros em 2021, poderá conter até 15 vezes mais ácido fólico. 

Também conhecido como vitamina B e M, o ácido fólico é responsável pela formação de proteínas estruturais e hemoglobina. 

Privatização da Embrapa implica na submissão ao agronegócio


Por Paulo Kliass
Da Carta Maior

Alguém poderia nos explicar as razões que levariam um parlamentar eleito pelo Partido dos Trabalhadores a propor o caminho da privatização para a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária? Sim, a nossa conhecida EMBRAPA, referência em todo o mundo quando o assunto é pesquisa agropecuária. Para quem tiver pistas ou respostas, cartas para redação.

Projeto dos ruralistas para privatizar a Embrapa avança no Congresso

Do Sinpaf

No dia 1/2, o relator da matéria, senador Gim Argello (PTB/DF), apresentou parecer favorável ao PLS 222/08 , que propõe transformar a Embrapa em empresa de economia mista com ações negociadas na bolsa.

A proposta de abertura de capital da Embrapa, feita pelo senador Delcídio do Amaral (PT-MS) por meio do PLS 222/08 – conhecido como “projeto da Embrapa S/A” – avança sorrateira e discretamente no Senado.