Anvisa aprova iniciativa para banir mais dois agrotóxicos no Brasil

 

Do portal Brasil

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta terça-feira (9), duas iniciativas regulatórias para propor o banimento dos agrotóxicos Forato e Parationa Metílica. Os dois produtos fazem parte do grupo de agrotóxicos que vem passando por reavaliação da Anvisa para revisar os seus parâmetros de segurança.

No processo de registro de agrotóxicos no Brasil, cabe à Anvisa avaliar o impacto destas substâncias sobre a saúde humana, tanto do trabalhador rural como do consumidor.

Anvisa aprova iniciativa para banir dois agrotóxicos no Brasil


Da Anvisa

A Anvisa aprovou nesta terça-feira (09/12) duas iniciativas regulatórias para propor o banimento dos agrotóxicos Forato e Parationa Metílica. Os dois produtos fazem parte do grupo de agrotóxicos que vem passando por reavaliação da Anvisa para revisar os seus parâmetros de segurança. No processo de registro de agrotóxicos no Brasil, cabe à Anvisa avaliar o impacto destas substâncias sobre a saúde humana, tanto do trabalhador rural como do consumidor.

Moradores podem ter sido contaminados por consumirem água com agrotóxico, no RS

 

Por Maura Silva
Da Página do MST


Na semana passada, dez pessoas foram internadas após ingerirem água de um riacho em Lajeadinho, Cacique Doble, no norte do Rio Grande do Sul. 

Investigações preliminares dão conta de que a água utilizada para consumo pelos moradores da região estaria contaminada pelo “agente laranja” 2,4 D (2,4-Diclorofenoxiacético), um agrotóxico altamente nocivo para a saúde humana. 

Sem Terra conquistam Unidade Básica de Saúde em assentamento

Por Solange Engelmann
Da Página do MST

Fotos: Andressa Moreira e Nanda Duarte

Foram nove anos de lutas, organização e trabalho coletivo para que os assentados do município de Nova Santa Rita – região metropolitana de Porto Alegre (RS) -, conquistassem a Unidade Básica Estratégia da Saúde da Família Rural, Marisa Lourenço da Silva.

Vinte e cinco militantes do MST se formam em medicina em Cuba


Da Página do MST

Vinte e cinco militantes do MST terminaram o curso de Medicina em Cuba, no último dia 23 de julho. A Escola Latinoamericana de Medicina (ELAM), fundada em 1999, foi uma iniciativa do governo cubano após um furacão que passou pela América Central e Caribe em 1998, deixando a região completamente devastada. 

“Formar médicos de ciência e consciência é a missão desta escola”, afirmou Fidel Castro a época. A meta era formar 10 mil médicos em 10 anos, que fossem capazes de atender as regiões mais pobres mundo. 

MST realiza curso de massoterapia para atender população do campo

Da Página do MST

Nesta segunda-feira (7),12 militantes do MST iniciam a terceira semana de aula do curso de massoterapia, realizado pelo setor de saúde do Movimento, na cidade de Nossa Senhora de Glória (Sertão de Sergipe).

 

O objetivo do curso é formar massoterapeutas para atender à população nas áreas de assentamentos e acampamentos.

Sem Terra formados em Cuba promovem saúde


Por José Coutinho Júnior

Da Página do MST

A estrutura de saúde pública brasileira tem diversos problemas: falta de investimentos, falta de médicos, infraestrutura precária. Outro problema é o tipo de tratamento realizado por muitos profissionais, que desumanizam o paciente e não levam em conta sua realidade de vida.