Sem Terra prolongam jornada e ocupam mais terra e prédios públicos em PE

Por Ramiro Olivier
Da Página do MST

A Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária se estendeu pelo estado de Pernambuco durante essa semana. Mais ocupações de terras, prédios públicos e marchas foram realizados no estado. 

Na manhã desta quinta-feira (15), Sem Terra, trabalhadores ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o Sindicato dos Petroleiros, marcharam nas avenidas de Boa Viajem, em Recife, em defesa da refinaria de petróleo do estado de Pernambuco.

Sem Terra cobram terra e habitação rural no Rio de Janeiro


Por Alan Tygel e Vanessa Ramos
Da Página do MST

Fotos: Pablo Vergara

Neste ano, a tradicional Jornada de Lutas realizada pelo MST no mês de abril durou até maio. Mais de 60 ocupações de terras e de prédios públicos ocorreram por todo o país, a fim de lembrar o Massacre de Eldorado dos Carajás, quando 21 Sem Terra foram assassinados no Pará, em 17 de abril de 1996.

Juventude Sem Terra reivindica o fim da homofobia durante marcha na Bahia

Por Wesley Lima
Da Página do MST
Fotos: Manuela Hernandez

“Sou gay e sou Sem Terra” afirmou Joelbson Neves, Assentado em Lagoa Bonita no extremo sul da Bahia, durante ação a favor da diversidade sexual e contra a violência, realizada na marcha que ocorreu entre os dias 05 e 08 deste mês de Camaçari à Salvador, que reuniu 3 mil Sem Terra de nove regiões da Bahia.

Após pressão, governo da Bahia se compromete com pauta dos Sem Terra

Por Wesley Lima
Da Página do MST

Fotos: Manuela Hernandez

 

“Enquanto existe fome, enquanto existe guerra, o MST vai lutando pela Terra!”. Foi com este grito de ordem que trabalhadores rurais de toda a Bahia saíram em marcha neste último sábado (10), reivindicando a desapropriação de terras e a implementação de um modelo agrário que reparta o chão a toda sociedade.
 

Após jornada, Incra e governo do RS prometem cadastramento de Sem Terra

Por Solange Engelmann
Da Página do MST

Durante audiência com uma comissão de trabalhadores e trabalhadoras do MST, os representantes do governo do Rio Grande do Sul e o Superintendente Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Roberto Ramos, assumiram o compromisso de iniciar o cadastramento de novas famílias acampadas no estado.

Mulheres Sem Terra ocupam Conab e exigem a entrega de produção

Da Página do MST

Mais de 350 mulheres e crianças Sem Terra ocuparam a sede da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em João Pessoa (PB), durante a Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária. 

A ação, que aconteceu na última quinta-feira (8), reivindica a suspensão da normativa que inviabilizou a entrega de bolos, doces e outros produtos produzido por grupos de mulheres nos assentamentos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). 

Seis prefeituras em Rondônia são ocupadas por cerca de 1300 Sem Terra

Da Página do MST

Cerca de 1300 trabalhadores rurais Sem Terra ocuparam seis prefeituras municipais no estado de Rondônia, na última quinta-feira (8).

Com a ação, os Sem Terra pretenderam trazer para a sociedade a luta pela Reforma Agrária Popular, integrando as pautas locais de cada município com as estaduais. 

Dentre as pautas, os trabalhadores rurais cobraram melhores condições na saúde pública, exigindo apoio aos médicos cubanos nos municípios e atendimento às comunidades que ainda não foram contemplados.

MST mobiliza 19 estados e ocupa mais de 60 terras e prédios públicos em jornada de lutas


Da Página do MST

A Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária já mobilizou 19 estados e o DF, além de ações na Itália, Inglaterra, Espanha e EUA. Foram realizadas mais de 60 ocupações de terra, prédios públicos e trancamento rodovias. O MST também promoveu marchas em pelo menos quatro capitais (São Paulo, Salvador, Belo Horizonte e Recife).

A reação do latifúndio foi imediata: três militantes do MST foram assassinados em menos de uma semana, um no Paraná e dois no Rio Grande do Norte, além de três Sem Terra feridos à bala no Ceará. 

MST ocupa mais uma agência da Caixa Econômica Federal, na Paraíba

Da Página do MST
 

A sede do Caixa Econômica Federal de João Pessoa (PB) foi ocupada por cerca de 1.200 militantes do MST de várias regiões do estado nesta quarta-feira (70), ao darem continuidade a Jornada de Lutas.

A reivindicação pede a liberação de recursos para a construção das casas nos assentamentos rurais. Os estão mobilizados desde segunda-feira na capital paraibana ocupando a sede do Incra, sem data para retornar a seus assentamentos.

Cerca de 700 Sem Terra trancam rodovia por 12 horas em Tocantins


Da Página do MST

Cerca de 700 Trabalhadores Rurais Sem Terra protestaram na manhã desta quarta-feira (7) na BR-153, entre as cidades de Rios dos Bois e Tabocão, em Tocantis. A rodovia ficou trancada por 12 horas.

Segundo os integrantes do Movimento, a manifestação reivindica a vistoria da Fazenda Araguarina e a desapropriação de algumas áreas reivindicadas pelo MST.

MST ocupa latifúndio abandonado pela empresa Fibria em Minas Gerais

Da Página do MST

Cerca de 200 famílias do MST ocuparam uma Fazenda no município de Jampruca, em Minas Gerais, na manhã do último domingo (4). 

A terra foi adquirida pela empresa de celulose Fibria, com 46% de recursos públicos do BNDES. A empresa, que hoje se diz falida, não executou o projeto de plantio de eucalipto, deixando as terras improdutivas.

Acampados da Chapada do Apodi no CE recebem liminar de despejo

 

Da Página do MST

Os acampados na Chapada do Apodi (CE) receberam liminar de despejo por parte da Justiça estadual.

O acampamento das famílias faz parte da jornada nacional de lutas e tem como objetivo denunciar a ofensiva do agronegócio na região, exigir o assentamento das famílias acampadas e cobrar o julgamento e condenação dos responsáveis pelo assassinato de trabalhadores rurais.

Como parte da Jornada de Lutas, MST monta novo acampamento no RS

Por Solange Engelmann
Da Página do MST

Na manhã dessa segunda-feira (05/05), cerca de 50 famílias do MST iniciaram a organização do Acampamento Dom Tómas Balduino, às margens da BR 290, km 132, entre os municípios de Eldorado do Sul e Arroio dos Ratos, na região metropolitana de Porto Alegre (RS).

O nome do acampamento rende homenagem ao bispo emérito da Cidade de Goiás e fundador da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Dom Tomás Balduino, que faleceu na última sexta-feira (02/05).

Trabalhadores do MST são assassinados no Rio Grande do Norte


Da Página do MST

Nesta terça-feira (06/05), após uma mobilização na qual se encontravam 500 trabalhadores acampados da região de Apodi, em luta por conta da jornada de lutas do MST, dois Sem Terra foram executados. 

Dois homens em uma moto preta sem placa abordaram os dois militantes atiram. Ainda não se tem noticias dos assassinos, que fugiram imediatamente.