2 de setembro de 2022

Em nota, MST exige Reforma Agrária dos candidatos à Presidência



Da Página do MST



Confira Nota da Direção Nacional do MST aos candidatos e candidatas à Presidência da República e aos governos estaduais,
analisando a situação dos camponeses, Sem Terra, exigindo mudanças econômicas, sociais e estruturais para que se cumpra uma Reforma Agrária de fato:


CARTA DO MST AOS CANDIDATOS E CANDIDATAS

Argentinos denunciam Monsanto por tentar controlar mercado de sementes


Da Página do MST*


A Monsanto tenta criar um novo modelo de produção e comercialização na Argentina para sua nova espécia de soja, chamada Intacta, que restringe os produtores de comercializar, processar e armazenar o produto, enquanto dá tarefas de fiscalização e retenção a determinadas empresas de sementes.

“Esse sistema se encontra em processo de desenvolvimento. O uso da tecnologia Intacta estará limitado ao território (Corrientes, Entre Ríos, Santa Fe, Córdoba, Buenos Aires, La Pampa e São Luis)".

Plebiscito popular da Reforma Política tem início no Brasil


Da Página do MST


Começou nesta segunda-feira (01/09/2014) a votação do Plebiscito Popular por uma Reforma Constituinte. Além de urnas espalhadas em diversos pontos por todas as cidades do país, é possível participar da votação pela internet, clicando aqui.

O Plebiscito consultará os brasileiros sobre a convocação de uma assembleia nacional constituinte para fazer a Reforma Política. A expectativa é de que sejam recolhidos aproximadamente 10 milhões de votos. 

Justiça quer despejar 170 indígenas de área no Paraná

       

Por Carolina Fasolo
Do CIMI


Famílias Kaingang de uma aldeia da Terra Indígena Boa Vista, próxima ao município de Laranjeiras do Sul, no Paraná, podem ser despejadas da área de dois hectares que ocupam há mais de 18 anos, por conta de uma decisão da Justiça Federal em Guarapuava, que determinou cumprimento de ordem de reintegração de posse contra a comunidade.

Análise: Onde está a Reforma Agrária no debate eleitoral?



Do EcoDebate


A CPT vem a público manifestar sua análise sobre o período eleitoral, o perfil e os planos de governo dos principais candidatos, trazendo como maior questionamento “Onde está a Reforma Agrária”, no futuro desses possíveis governantes?

Onde está a Reforma Agrária?

JBS expõe trabalhadores ao frio e sofre a quarta condenação este ano


Do MPT de Mato Grosso



O frigorífico JBS, dono da marca Friboi, recebeu nova condenação por desrespeitar os direitos trabalhistas. Dessa vez foi condenado em R$ 2 milhões por danos morais coletivos por não conceder aos funcionários, que trabalham em ambientes artificialmente frios das fábricas em Pontes e Lacerca, a 450 km de Cuiabá, locais adequados para fruição do intervalo de recuperação térmica.

O MST parabeniza o MAB pelo seu encontro nacional


Da Página do MST


O MST parabeniza o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) pelo seu Encontro Nacional que se inicia nessa segunda-feira (2), no município de Cotia, na Grande São Paulo.

Saudamos a todos os companheiros e companheiras do MAB que lutam diariamente contra o grande capital - que como nunca se apropria dos nossos recursos naturais -, e pelas transformações estruturais, tão urgentes e necessárias, da sociedade brasileira.

“Deserto verde mantém o modelo da nossa matriz colonial”, diz especialista


Da IHU On-Line


Os 900 mil hectares de eucalipto e pinus plantados no Paraná equivalem, “em termos comparativos”, “a duas vezes as áreas dos assentamentos de reforma agrária conquistados através da luta dos movimentos sociais do campo entre 1980 e 2011 no estado do Paraná, onde vivem pouco mais de 18.000 famílias camponesas, produzindo alimentos, conservando os recursos naturais, gerando empregos e preservando a rica cultura dos povos do campo e suas formas de organização social”, diz Roberto Martins de Souza à IHU On-Line, em entrevista concedida por e-mail.

Júri Popular condena três pistoleiros por participarem da Chacina de Unaí


Por Kelly Oliveira
Da Agência Brasil

A Justiça Federal em Minas Gerais condenou na madrugada de sábado (31) três réus acusados de participação no assassinato de três auditores fiscais do Trabalho e de um motorista do Ministério do Trabalho. O crime ocorreu em 28 de janeiro de 2004, na cidade de Unaí (MG), e ficou conhecido como Chacina de Unaí. No total, oito pessoas são acusadas de cometer os crimes.

Encarte especial marca 30 anos do JST

 

Da Página do MST

 


O MST comemora neste ano os 30 anos do Jornal Sem Terra.

Criado antes da fundação do Movimento, ele começou como um boletim de solidariedade às famílias acampadas em Ronda Alta, no Rio Grande do Sul.

Via Campesina apresenta propostas para a COP-16

Da Página do MST A Via Camponesa Internacional divulgou uma nota com uma convocação aos movimentos sociais de todo o mundo a se mobilizarem em defesa de propostas efetivas para enfrentar as mudanças climáticas, na 16ª Conferência das Partes (COP-16) da Convenção Marco das Nações Unidas. A COP-16 acontece entre 29 de novembro e 10 de dezembro, em Cancún, no México. Abaixo, leia a convocação e as propostas da Via Campesina.

“Parecer que limita compra de terras por estrangeiros terá efetividade reduzida”

Por Igor Felippe Santos Da Página do MST O presidente Lula assinou na semana passada um parecer da Advocacia Geral da União (AGU), que impõe limites para a compra de terras pelo capital estrangeiro, com base na lei n° 5.709, de 1971. O texto impede empresas controladas pelo capital estrangeiro de adquirir imóveis rurais acima de 50 módulos fiscais (varia entre 250 a 5 mil hectares, dependendo da região do país). Além disso, o capital estrangeiro não poderá comprar terras que representem mais de 25% da área de um município.

Congresso prorroga CPMI contra Reforma Agrária até janeiro

Da Radioagência NP O funcionamento da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (CPMI do MST) se estenderá até janeiro de 2011. O encerramento estava previsto para o último dia 17 julho, quando foi apresentado o relatório final que comprova a legalidade dos convênios firmados por entidades ligadas à reforma agrária. Leia também Frei Betto: Congresso absolve MST

Agrotóxicos contaminam moradores em Mato Grosso

Da Folha de S. Paulo Pesquisa feita em dois dos principais municípios produtores de grãos de Mato Grosso encontrou resíduos de defensivos agrícolas no sangue e na urina de moradores, em poços artesianos e amostras de água da chuva coletadas em escolas públicas. O trabalho, uma parceria entre a Fundação Oswaldo Cruz e a UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso), mediu efeitos do uso de agrotóxicos em Campo Verde e Lucas do Rio Verde (médio-norte de Mato Grosso).

Propriedade de sementes transgênicas sustenta Monsanto

Por Alexandre Inacio Do Valor Econômico No Missouri/Estados Unidos a convite da Monsanto do Brasil Um desavisado que passa pela North Linbdergh Boulevard em Saint Louis e pisca os olhos na hora errada corre o risco de não identificar a entrada do quartel-general da maior empresa de sementes do mundo. Incrustada no meio de um verdadeiro campus universitário e cercada de árvores, a Monsanto mantém sua sede na mesma cidade onde foi fundada em 1901, como uma indústria química.

Marcha na Paraíba chega a João Pessoa

"É por amor a esta Pátria, Brasil, que a gente segue em fileira". A abertura da Semana da Pátria deste ano teve outro tom na Paraíba. Foi na manhã desta terça-feira (1/9), que os 300 trabalhadores e trabalhadoras da Via Campesina e Assembléia Popular, organizados na Marcha Estadual “Contra a Crise: Reforma Agrária Já”, chegaram a João Pessoa, após percorrerem os últimos 15 km do trajeto, a partir de Santa Rita.

MST e quilombolas fazem ocupação em Minas Gerais

Cerca de 150 famílias quilombolas de Brejo dos Crioulos e integrantes do MST ocuparam, no dia 4 de julho, a Fazenda São Miguel no Território Quilombola Brejo dos Crioulos, na rgião norte de Minas Gerais. No dia 20 de agosto, foram por ordem judicial despejadas. Sem as terras, ocuparam nesta terça-feira (2/9) a Fazenda de José Maria, no mesmo território.

Pressão descabida

Por Osvaldo Russo Parlamentares da bancada ruralista estão pressionando o ministro Reynolds Stephanes, da Agricultura, para que não assine a portaria interministerial que aprova os novos índices de produtividade da terra para fins de reforma agrária, que estão defasados há mais de 30 anos. A atualização dos índices foi acordada com o MST durante a mobilização realizada em Brasília e também constitui reivindicação do movimento sindical dos trabalhadores rurais, à frente Contag e Fetraf.

MPE pede dissolução do MST em Sarandi (RS)

A juíza Andréia dos Santos Rossato, da Justiça estadual de Sarandi, atendeu o pedido da ação pública do Ministério Público Estadual para retirada de todas as famílias de trabalhadores rurais Sem Terra da região da comarca em 72 horas.

Polícia gaúcha torturou crianças, diz governo

A Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência vai denunciar a tortura de crianças e o uso de armas de choque elétrico na ação de policiais militares do Rio Grande do Sul que resultou na morte do Sem Terra Elton Brum, no final do mês passado. Identificada por meio de depoimentos colhidos na semana passada em São Gabriel, a citada tortura física e psicológica de crianças inclui xingamentos, uso ostensivo de cachorros e da cavalaria e ferimentos por meio de estilhaços de bombas lançadas pelos brigadistas -um bebê foi atingido no rosto.

No PR, Comitê de Reforma Agrária cobra atualização dos índices de produtividade

O Comitê de Defesa da Reforma Agrária do Noroeste do Paraná realizou, na última segunda-feira (31/8), audiência pública na Câmara Municipal de Maringá em solidariedade ao MST, que reivindica junto ao Governo Federal a atualização dos índices de produtividade. Durante a audiência, os integrantes do Comitê ressaltaram a necessidade do governo federal em cumprir a promessa e atualizar os índices, que ainda são de 1975. A medida possibilitará o aporte de mais terras para fins de Reforma Agrária, acelerando o assentamento das famílias que permanecem acampadas em todo país.

Assentamento do MST no Paraná produz e exporta cachaça para a Europa

[img_assist|nid=8051|title=Produção Copavi|desc=Imagem da cachaça Camponesa|link=none|align=left|width=486|height=640]Do G1 Acabou o tempo em que o único objetivo dos sem-terra era o cultivo destinado somente à subsistência. Hoje, de olho no mercado, famílias de um assentamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) investem na produção agroecológica e exploram até potencial de exportação de seus produtos.

Como transformar assassino em inocente e vítima em culpado

Por Antonio Cechin e Jacques Távora Alfonsin A Secretaria de Segurança do nosso Estado já comunicou que vai manter em sigilo a identidade do assassino de Elton Brum da Silva, morto pelas costas, por um brigadiano, durante a execução de uma ordem judicial de reintegração de posse no município de São Gabriel, no dia 21 de agosto passado.

CPT divulga relatório sobre impactos da soja no Pará

Resultado de um acompanhamento desenvolvido ao longo de três anos sobre a expansão do monocultivo na região, um relatório desenvolvido pela CPT (Comissão Pastoral da Terra) mostra como o acirramento de conflitos, da extinção de comunidades indígenas e da devastação…

MST ocupa fazenda confiscada pela Justiça Federal

Na tarde de sábado (30/8), cerca de 322 familias ocuparam a fazenda Nega Madalena, no município de Tucumã, no sul do estado do Pará (400 km de Marabá). A fazenda ocupada é uma das cinco na região administradas pela Justiça…