2 de março de 2021

Cosan é condenada a pagar R$ 1 milhão

 

Do Valor

 

A Cosan, gigante sucroalcooleira que junto com a Shell formou a Raízen, foi condenada pela Justiça do Trabalho de Jaboticabal (SP) ao pagamento de R$ 1 milhão por danos morais causados a trabalhadores no corte de cana. 

Segundo o órgão, o conglomerado foi autuado no ano passado por fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego após constatarem irregularidades na jornada e no ambiente de trabalho, em desacordo com a legislação trabalhista do país.

Os agrotóxicos do agronegócio contaminam o Brasil

 

O modelo destrutivo do agronegócio ameaça o meio ambiente e a soberania alimentar do país.

O processo de globalização da pobreza, principalmente entre mulheres e crianças, fez com que as empresas transnacionais se apoderassem das riquezas naturais, do território através das políticas dos bancos e instituições internacionais.

Presidenta Dilma, vete as mudanças no Código Florestal

 

As mulheres decidiram ir as ruas na semana do 8 de março para denunciar as ameaças a nossa soberania ambiental com a aprovação do novo Código Florestal defendido pela bancada ruralista.

O verdadeiro objetivo econômico que está por trás das mudanças do código são:

Contra a violência do capital e do patriarcado

 


A violência, especialmente a violência doméstica, é uma das principais formas de violação dos direitos humanos das mulheres, afetando a saúde, integridade física, emocional e patrimonial.

Muitas mulheres camponesas sofrem também por não ter terra e condições para permanecer no campo. Ainda suportam a violência dentro de sua própria casa, na
família e comunidade.

Mulheres fazem encontro em Fortaleza contra mudanças no Código Florestal

 

Da Página do MST

 

Cerca de 800 mulheres organizadas do campo e da cidade participam de um encontro em Fortaleza, no Ceará, em 6 e 7 de março.

A atividade faz parte da jornada nacional de lutas organizado pela Via Campesina Brasil e pelo MST em torno do dia internacional das mulheres, no 8 de março.

MST faz reunião com presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

 

Da Página do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC


Em visita à Sede do Sindicato, o membro da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Gilmar Mauro, defendeu a colaboração entre os movimentos sindicais e sociais para que ambos conquistem suas pautas de reivindicações.

“Sozinho ninguém fará mudança social no país”, afirmou o dirigente, após se reunir com o presidente Sérgio Nobre. “O movimento sindical pode ser importante na difusão das lutas do MST e o inverso também pode acontecer”, afirmou.

Mulheres do MST organizam atividades contra os agrotóxicos no Paraná

 

Da Página do MST


As mobilizações em torno do 8 de março, dia internacional das mulheres, em Curitiba, começam na próxima terça-feira para alertar a população sobre os problemas causados pelos agrotóxicos, que afetam o povo do campo e os que consomem os alimentos na cidade.

Universidade recebe feira de alimentos orgânicos de assentamento do MST

 



A 1ª Feira de Artesanato e Alimentos Orgânicos, organizada pelas famílias do pré-assentamento Emiliano Zapata, localizado no município de Ponta Grossa, foi realizada nesta quinta-feira, no Centro de Convivência do Campus Universitário, em Uvaranas, na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

Também participaram da organização a Feira Solidária e a Incubadora de Empreendimentos Solidários (IESOL), da UEPG.

A feira, que aconteceu na parte da manhã e à tarde, será realizada todas as primeiras quintas-feiras de cada mês.

Via Campesina reúne 500 mulheres contra agronegócio em Santa Catarina


Da Página do MST

Cerca de 500 mulheres da Via Campesina estão reunidas nesta quarta feira (2/3), em Curitibanos (SC), no parque de exposição Pouso dos Tropeiros, com o lema “Contra o agronegócio, em defesa da soberania popular”.

No momento em que acontece o encontro, uma comissão está reunida com o governo do estado para reivindicar a pauta. Alguns pontos de reinvidicação são: melhoria na infra-estrutura nas unidades de produção camponesa, investimento em assistência técnica de qualidade, construção de hortas e hortos de plantas aromáticas e medicinais.

Mais de mil mulheres marcham no Ceará contra os agrotóxicos


Da Página do MST

 

Mais de 1.000 mulheres dos movimentos sociais do Ceará, como o MST, o Movimento dos Conselhos Populares e a Central dos Movimentos Populares, fazem duas marchas para denunciar os impactos negativos para a saúde humana e para o ambiente com uso excessivo de agrotóxicos no Brasil.

Em Fortaleza, mais de 600 mulheres marcharam em direção ao Palácio da Abolição, do governo do Estado. Em Santa Quitéria, 500 mulheres protestam contra a instalação da mina de Itataia.

Mulheres camponesas ocupam BNDES no Rio de Janeiro


Da Página do MST

 

Nesta quarta (02/03), cerca de 300 mulheres trabalhadoras do campo e da cidade ocuparam a sede do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), no centro do Rio de Janeiro, para denunciar os efeitos negativos à vida humana e à natureza da utilização excessiva de agrotóxicos pelo agronegócio . 

Durante o dia, está previsto um ato político com a participação de várias entidades, sindicatos, partidos e movimentos sociais.

Ruralistas fazem nova investida por novo Código Florestal


Do Congresso em Foco

 

De olho nos 45% de renovação das cadeiras na Câmara, parlamentares da bancada ruralista começaram ontem (1º) uma nova estratégia para acelerar a votação do novo Código Florestal. Um grupo de deputados e dirigentes de entidades representantes do setor rural produtivo partiu para estabelecer um diálogo mais estreito com os novos congressistas a fim de conquistar apoio para a votação do projeto de lei do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que propõe mudanças profundas na legislação ambiental.

Governo do Ceará recebe comissão do MST


Da Página do MST

Depois de uma tentativa  da Polícia Militar de impedir que a marcha com mais de 500 mulheres  e homens da Via Campesina e de movimentos urbanos chegasse ao Palácio do governo estadual, o  governador Cid Gomes (PSB) chamou dois secretários para receber uma comissão do MST.

Justiça breca uso de agrotóxicos na Argentina


Por Dario Aranda
Do Página 12

 

Depois de dois anos de disputa judicial, onde em primeira e segunda instância os juízes questionaram e limitaram o uso de agrotóxicos, a Justiça de Santa Fé continua mantendo firme a proibição de fumigar nas proximidades do bairro Urquiza da localidade de San Jorge.

É o primeiro caso na Argentina, onde, com uma sentença firme, a justiça proíbe as fumigações para proteger a saúde.

Unidos da Lona Preta desfila em Jandira

 
Da Página do MST

A Unidos da Lona Preta, a escola de samba do MST na região da Grande São Paulo, desfila em Jandira, nesta sexta-feira (4/3).

A concentração é na Comuna Urbana Dom Helder Câmara, a partir das 19h, na Rua Nicolau Maevski, 491, Bairro Sol Nascente.

Unac: um retrato da luta camponesa em Moçambique

Do Brasil de Fato Viver em Moçambique é presenciar uma história recente. O país, independente desde 1975 do domínio português, ainda dá passos iniciais na cidadania. É somente nos anos 90 que começam as eleições multipartidárias e é nesta mesma década que é aprovada a Lei de Terras, que reforça a posse estatal da propriedade rural. Dentro deste fervor de mudanças, está o campesinato, peça chave do desenvolvimento do país e da organização popular.

Cientistas denunciam favorecimento de empresas em conferência de biotecnologia

A Via Campesina da América do Norte, a Rede em Defesa do Milho e a Assembléia Nacional de Afetados Ambientais realizaram uma conferência pública e uma entrevista coletiva para fixar sua posição em relação à Conferência sobre Biotecnologias Agrícolas nos países em desenvolvimento, da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), que começou no dia primeiro de março em Guadalajara, Jalisco, no México.

Entidades exigem libertação de Sem Terra em AL

Os movimentos sociais de Alagoas iniciam uma grande movimentação para pressionar as autoridades pela libertação de José Aparecido, preso no último domingo (28/2) em repressão à reocupação da fazenda Capim, acampamento 1º de Novembro, na zona rural de Inhapi. Em visita do advogado a Cido, o militante se encontrava abatido e relatou que foi mal tratado. As entidades ligadas à luta pelos Direitos Humanos já estão recebendo os alertas.

Carta de Imperatriz

Carta de Imperatriz – Maranhão em defesa da Amazônia, do planeta e da vida

Ouvidor Agrário participa de audiência pública sobre conflitos

O Ouvidor Agrário Nacional, Desembargador Gercino Filho, está em Pernambuco e realizará nesta terça-feira (3/3) uma audiência pública com os movimentos sociais do campo para tratar dos diversos conflitos agrários no estado. Durante a audiência o MST apresentará alguns casos…

Prejuízo cultural às crianças do campo

Um acordo entre o governo de Yeda Crusius, no Rio Grande do Sul, e o Ministério Público Estadual para impedir que as escolas itinerantes do MST continuem a educar as crianças e adolescentes das áreas rurais é uma atitude que…

Sem Terra ocupam mais uma fazenda de Daniel Dantas

Do Furo Cerca de 240 famílias ligadas ao MST ocuparam neste domingo (1/3) em Marabá, sudeste do Pará, a fazenda Cedro, festejada no mundo do agronegócio pelo seu caráter de excelência na produção de gado zebu. A área é objeto…

MST protesta contra fechamento de Escolas Itinerantes

Educadores e educandos das Escolas Itinerantes de acampamentos do Movimento Sem Terra protestam nesta manhã contra o fechamento de escolas pela Governadora Yeda Crusius e pelo Ministério Público Estadual. Em Canoas, como forma de protesto, os educadores realizarão as aulas…

Só política de prevenção diminuirá internações de jovens

Danilo Augusto Radioagência NP Nos últimos dez anos, o número de jovens internos no Brasil cresceu mais de 360%. É o que mostra uma pesquisa divulgada pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SEDH) da Presidência da República. Em 1996 existiam…

Ato pela libertação de Marcelo Buzzeto lota auditório na PUC

Centenas de pessoas participaram ontem, dia 1°, do Ato pela Libertação de Marcelo Buzzeto. O ato aconteceu na PUC-SP e contou com a presença de professores, estudantes e militantes de diversos movimentos sociais. Palavras de solidariedade e de indignação deram…

Pobreza afeta mais de 80% dos indígenas latino-americanos

Gisele Barbieri Radioagência NP Uma publicação lançada quarta-feira, dia 28, pelo Banco Mundial avaliou a difícil situação dos indígenas na América Latina. O relatório aponta que mais de 80% dos 28 milhões de indígenas latino-americanos vivem na pobreza extrema. A…

FAO vem ao Brasil promover direito humano à alimentação

Firmar compromissos que garantam o fortalecimento de ações e projetos relacionados ao respeito, promoção e proteção do direito humano à alimentação adequada (DHAA). Este é o principal objetivo da missão de representantes da Organização das Nações Unidas para a Agricultura…