Sem Terra iniciam curso de graduação em ciências sociais na UFRN

Da Página do MST

Cinquenta educandos, filhos e filhas de camponeses beneficiados da luta pela Reforma Agrária de todo nordeste, iniciaram no mês de dezembro o curso de ciências sociais na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal.

O ato público de abertura da turma aconteceu no último dia 28/11, e contou com a presença da Reitora, Ângela Maria Paiva Cruz, e do coordenador do curso, César Sasson.

“Educação do campo sai do anonimato com regulamentação”, afirma Sem Terra

[img_assist|nid=10856|title=|desc=|link=none|align=left|width=640|height=410]Vanderlucia Oliveira, do MST, cumprimenta o presidente Lula durante a cerimônia

Por Mayrá Lima
Da Página do MST


O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, assinou nesta quinta-feira (4/11), um decreto que transforma a educação do campo em política pública.

“O decreto vai possibilitar que a educação do campo saia do anonimato”, avalia Vanderlucia Oliveira, da coordenação do MST e da Via Campesina Brasil.

Lula assina decreto que regulamenta educação do campo


Da Assessoria do Ministério da Educação

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, assina nesta quinta-feira, 4, decreto que trata da política de educação no campo e regulamenta o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). Segundo o decreto, a educação no campo compreende da creche à graduação e a oferta é de responsabilidade compartilhada da União, estados e municípios.

Sem Terra se formam em Magistério da Terra no Ceará

Mais de 100 estudantes, filhos e filhas de assentados da Reforma Agrária, recebem nesta quinta-feira (18/3) o certificado de conclusão de curso de Magistério da Terra, a partir das 18h, na Universidade Estadual do Ceará (campus de Itaperi). O curso teve início em março de 2006 e é resultado de uma parceria com o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera).