Resultados da pesquisa por encontro mulheres

Movimentos sociais se articulam em solidariedade ao povo palestino


Por Thamiris Magalhães
Da IHU On-Line


“O internacionalismo é um princípio fundamental que sempre orientou nossas ações”, explica o membro do Setor de Relações Internacionais do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST, Marcelo Buzetto, em entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line.

Mineração na região da Amazônia é insustentável, diz especialista


Por Rogério Almeida (*)
Do Blog Furo

51 pessoas em condições análogas a escravidão foram libertas em carvoarias no sudeste do Pará. O caso ocorreu no dia 10 de novembro de 2008. As carvoarias integram a cadeia produtiva de ferro gusa na região de Carajás. O fato banalizado e às vezes omitido pela maioria da imprensa ocorreu no mesmo dia da abertura do congresso de mineração organizado pelas grandes empresas do setor, no confortável Hangar Centro de Convenções, em Belém.

Vale recebe o prêmio de pior corporação do mundo

 

 

Da Justiça Global

Murilo Ferreira, presidente da Vale, recebeu, em mãos, nesta manhã (31), pela Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale o prêmio Public Eye Awards, concedido a empresa, no início do ano, pela suas numerosas violações dos direitos socioambientais, bem como acusações de evasão fiscal e dívidas bilionárias. 

Ao receber o prêmio, Murilo Ferreira disse que não considera prêmios desse tipo, por envolver organizações estrangeiras, que, na sua opinião, “querem bloquear o desenvolvimento do Brasil”. 

Corta essa de suicídio!

 

 

Por José Ribamar Bessa Freire

Do Diário do Amazonas

Foi assim. No primeiro século da era cristã, os Guarani saíram da região amazônica, onde viviam, e caminharam em direção ao Cone Sul. Depois de longas andanças, ocuparam terras que hoje estão dentro de vários estados nacionais: Brasil, Paraguai, Argentina, Uruguai e Bolívia. Os vestígios arqueológicos e linguísticos que foram deixando ao longo do caminho permitiram que os pesquisadores reconstruíssem essa rota e estabelecessem datas prováveis do percurso feito.  

Movimentos sociais consideram Política Nacional de Agroecologia insuficiente


Por Viviane Tavares
Da EPSJV/Fiocruz

Esperada por diversos movimentos sociais, a Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (PNAPO) foi instituída pelo decreto 7.794 no dia 21 de agosto. Prevista para sair em junho, durante a Cúpula dos Povos, sua publicação foi adiada por quase três meses e avaliada como tímida.

Deputado denuncia irmão da senadora Kátia Abreu por trabalho escravo


Da Página do MST

O deputado Valmir Assunção (PT-BA), em discurso na Câmara dos Deputados, expôs a libertação de 56 pessoas em condições análogas à escravidão na Fazenda Água Amarela, em Araguatins (TO), pela Superintendência Regional de Trabalho e Emprego do Tocantins (SRTE/TO).

Movimentos sociais do campo vão repetir ações unitárias nos estados

 

Pedro Rafael Ferreira
Da Agência Brasil de Fato
de Brasília (DF)

 

   

Movimentos promovem seminário sobre sementes crioulas na Paraíba

 



Da AS-PTA

As sementes crioulas, sugestivamente chamadas na Paraíba de Sementes da Paixão, são aquelas melhoradas e conservadas pelas famílias agricultoras ao longo de séculos, adaptadas às suas condições de solo e clima, às suas práticas de manejo e preferências culturais.

Sem Terra comemoram seus 23 anos de luta, resistência e conquista no Ceará


Por Paulo Henrique Campos
Da Página do MST


Há exatos 23 anos, no dia 25 de maio de 1989, 300 famílias Sem Terra ocuparam as Fazendas Reunidas São Joaquim, no município de Quixeramobim, no Ceará. Nove dias depois, além das 300 famílias acampadas, outras 200 também foram assentadas na área.

Nova presidenta do Consea defende Reforma Agrária e critica agrotóxicos

Da Assessoria do Consea



Em seu discurso de posse, nesta quarta-feira, a nova presidenta do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), a antropóloga Maria Emília Pacheco, criticou os agrotóxicos e os alimentos transgênicos.

“O caminho percorrido historicamente pelo Brasil, com seu modelo atual de produção, nos levou ao lugar do qual não nos orgulhamos - de maior consumidor de agrotóxicos no mundo e uma das maiores áreas de plantação de transgênicos”, disse ela.

Movimentos sociais fazem atos contra privatização de água e saneamento

 

Por FNU e Frente Nacional pelo Saneamento Ambiental

 

O Dia 22 de março, Dia Mundial da Água, coloca para a sociedade brasileira a necessidade de se refletir sobre os desafios relacionados à água. E neste dia, a CUT, a FNU/CUT (Federação Nacional dos Urbanitários) e diversas entidades do movimento social, como MST e MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), vão realizar atos políticos e mobilizações de rua para reafirmar a água como bem público e um direito humano.

Dilma 2010: “Expresso meu acordo com o veto à redução de RL e APP”

 

Da Página do MST

 

A presidenta Dilma Rousseff mandou uma carta a Marina Silva, no 2º turno das eleições presidenciais de 2010, assumindo o compromisso de impedir a aprovação de leis que criem condições para a ampliação do desmatamento.

“Expresso meu acordo com o veto a propostas que reduzam áreas de reserva legal e preservação permanente, embora seja necessário inovar em relação à legislação em vigor. Somos totalmente favoráveis ao veto à anistia para desmatadores”, escreveu Dilma, em carta enviada no dia 14 de outubro de 2010..

Via Campesina faz protestos em 11 estados contra alterações no Código Florestal

 
 
Da Página do MST
 
 
Nesta quinta-feira, as mulheres da Via Campesina realizaram protestos em 11 estados, além do Distrito Federal, para marcar o Dia Internacional de Luta das Mulheres, cobrando da presidenta Dilma Rousseff a realização da Reforma Agrária, um novo modelo agrícola baseado em pequenas propriedades e o veto das mudanças no Código Florestal.
 
Dentre as mobilizações, somam-se quatro ocupações

MST vai às ruas de Pernambuco em defesa do Código Florestal e por veto de Dilma

Da Página do MST



Nos dias 5 e 6 de março, o MST saiu às ruas de mais de 20 municípios pernambucanos em uma campanha de conscientização da população sobre as consequências das mudanças no Código Florestal, propostas pela bancada ruralista, que serão votadas na Câmara dos Deputados na próxima semana.

Unidos da Lona Preta se apresenta neste sábado em Cajamar (SP)

 

 

Da Página do MST

 

Neste sábado (18) de carnaval, a Escola de Samba Unidos da Lona Preta, do MST, se apresenta na cidade de Cajamar, interior de São Paulo.

A concentração acontecerá na Escola Ana Maria Garrido Orlandin, às 19h, próximo ao assentamento Comuna da Terra Irmã Alberta.


Abaixo, veja a sinopse do samba enredo e a letra da música:

 

O que João Pedro Stedile disse a Dilma no Fórum

 

Por Verena Glass
No Repórter Brasil


Transcrição da fala de João Pedro Stedile, do MST, na reunião entre Dilma e representantes da sociedade civil realizada em 26 de janeiro de 2012, durante o Fórum Social Temático em Porto Alegre.


MST manifesta solidariedade a militantes palestinos presos por Israel

 

Da Página do MST

 

Os militantes da luta pela libertação da Palestina Mahmoud Zwahre (liderança dos Comitês Populares-Palestina) e do Dr. Yousef Abdel Haq (intelectual palestino de esquerda, de 70 anos, grande militante da luta contra a ocupação israelense) foram presos ilegalmente pelo governo de Israel, na semana passada.

Mahmoud foi solto, mas Yousef ainda está preso. Os dois companheiros são amigos do MST e da Via Campesina e apóiam a luta dos trabalhadores do Brasil pela reforma agrária.

MST recebe Prêmio CUT Democracia e Liberdade Sempre. Veja ao vivo


 

 

A cerimônia de entrega do 1º Prêmio CUT Democracia e Liberdade Sempre, que faz homenagem a personalidades e entidades que lutaram pela redemocratização do Brasil e as que lutam para aperfeiçoar o regime democrático brasileiro, será realizada nesta terça-feira (13), às 19h30, no TUCA (Teatro da Universidade Católica), em São Paulo.

Veja as mensagens enviadas em homenagem ao companheiro Egídio

 

Meus companheiros  do MST,

Recebam minha solidariedade nesse momento de dor e pesar.
Apesar de estar muito longe fisicamente, desde Roma me uno a vocês nessa merecida homenagem a um dos maiores lutadores que conheci pelo direito dos sem terra a uma vida melhor.
Egídio: presente!

Jose Graziano da Silva - Coordenador Geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO)
 

O funeral de mais um militante da luta pela Reforma Agrária


Por Paulo Cerioli


A placa improvisada na beira do asfalto que liga Monte Santo a Euclides da Cunha indica Mandassaia a mais ou menos dez quilômetros. Um estrada de terra corta o sertão até chegar ao povoado. O povo está aguardando próximo a uma casa o inicio do enterro. Dentro, num caixão, está Leonardo de Jesus Leite.

Ivan Valente saúda jornada de lutas da Via Campesina

 

Leia discurso do deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP), no Plenário da Câmara dos Deputados, que faz uma saudação à Jornada de Lutas da Via Campesina, que mobilizou 20 estados e Brasília nesta semana.

 

Senhor Presidente, senhoras e senhores Deputados,

Venho a esta tribuna saudar a Jornada de Lutas da Via Campesina, que acontece em todo o país neste mês de agosto, para exigir mudanças no modelo agrícola e apresentar propostas para a agricultura brasileira.

Movimentos brasileiros querem Honduras fora da OEA

 

Da Página do MST

 

Um grupo movimentos sociais brasileiros enviou uma carta ao ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, para cobrar que o Brasil se posicione contra a readmissão de Honduras na Organização dos Estados Americanos (OEA).

"Não encontramos como dadas todas as condições para a normalização da situação de Honduras na OEA. Entre as razões que nos levam a realizar esta afirmação, destacamos que, somente um dos pontos do Acordo de Cartagena foi cumprido", afirma o documento.

Cerimônia destaca importância da Reforma Agrária na Assembleia do Rio

Aos heróis, medalhas


Por Leandro Uchoas
Especial para a Página do MST


No auditório, eram mais de 500 lugares completamente tomados por homens de mãos calejadas, mulheres de rugas no rosto, e jovens de lágrimas nos olhos. Um mar de bonés vermelhos formava um desenho raro numa assembleia nem sempre tão popular quanto deveria ser.

Falas emocionadas, cânticos exaltados, encenações. Nenhuma arma apontada, nenhum antijornalista.

A homenagem ao MST, na quinta-feira, lotou a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Via Campesina lança programa de Rádio Voz Campesina

 

Da Página do MST


O Coletivo de Comunicação da Coordenação Latinoamericana de Organizações do Campo (CLOC-Vía Campesina), em parceria com a Rádio Mundo Real do Uruguai, criou um programa de rádio quinzenal em língua espanhola para levar aos movimentos de luta pela terra do continente Sul Americano informações sobre as ações e lutas destas organizações.

MAB lança relatório durante ato com parceiros históricos

Da Comunicação MAB

 

Um ato político com representações do governo, do parlamento, das Pastorais Sociais da CNBB e de diversas organizações e movimentos sociais antecedeu a noite festiva em comemoração aos 20 anos do MAB durante o Encontro Nacional das Mulheres Atingidas por Barragens, que acontece em Brasília desde ontem (04/04).

Movimentos debatem Projeto Popular para Tocantins

 

Por Aline Sêne
 

Os movimentos sociais e Entidades do Estado do Tocantins estiveram reunidos entre 11 e 13 de março, em Gurupi, no II Encontro do Fórum de Lutas por Trabalho, Terra e Cidadania.

Camponesas assumem debate contra agrotóxicos no PR

 

Por Andrea Rosendo e Riquieli Capitani
De Ponta Grossa/ Paraná


O mês de março é marcado por diversas atividades das mulheres urbanas e rurais. Em todo o Paraná, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e outros movimentos sociais da Via Campesina fizeram debates internos e foram às ruas denunciar o uso excessivo dos agrotóxicos nas plantações.

Jornada mobiliza 10 estados contra agrotóxicos


Da Página do MST

A Jornada de Lutas das Mulheres da Via Campesina, que mobilizou 10 estados desde o começo da semana, denuncia os impactos para a saúde humana e para o ambiente do uso abusivo dos agrotóxicos e aponta a responsabilidade do modelo de produção do agronegócio.

Em todo o Brasil, as camponesas, em conjunto com outros movimentos urbanos, denunciam que o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo, inclusive de agentes contaminantes totalmente nocivos a saúde humana, animal e vegetal que já foram proibidos em outros países.

Governo do Ceará recebe comissão do MST


Da Página do MST

Depois de uma tentativa  da Polícia Militar de impedir que a marcha com mais de 500 mulheres  e homens da Via Campesina e de movimentos urbanos chegasse ao Palácio do governo estadual, o  governador Cid Gomes (PSB) chamou dois secretários para receber uma comissão do MST.

Camponesas fazem protestos em seis estados


Da Página do MST

Em todo o Brasil, as mulheres da Via Campesina deflagraram a Jornada de Lutas das Mulheres para denunciar a utilização excessiva de agrotóxicos nas lavouras brasileiras, responsabilidade do modelo de produção do agronegócio.

Até o momento, são seis estados mobilizados para denunciar os efeitos nocivos para a saúde e meio ambiente da utilização anual de mais de um bilhão de litros de venenos, de acordo com dados do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para a Defesa Agrícola.

ENFF participa de seminário na Argentina


Da organização do seminário

O 1º Seminário Latinoamericano organizado entre Escola Nacional Florestan Fernades (ENFF) e a Universidade Nacional de Río Cuarto (UNRC) acontece desde  segunda-feira (31/1), na cidade de Río Cuarto, na Argentina. A atividade termina no sábado.

A atividade conta com 80 participantes, representantes de organizações sindicais e estudantis, associações locais e cooperativas, oriundos de seis países da região: Venezuela, Chile, México, Cuba, Uruguai, Brasil e Argentina.  

Via Campesina participa do Fórum Social Mundial de Dacar


Da Via Campesina Internacional

O movimento camponês internacional - La Via Campesina - participará do Fórum Social Mundial de Dacar, no Senegal, de 6 a 11 de fevereiro.

Mais de 70 representantes de organizações camponesas da África, Ásia, Europa e as Américas se unirão ao fórum, no qual movimentos sociais e organizações civis debatem alternativas para um mundo melhor, aprofundando suas idéias, formulando propostas e compartilhando experiências.

arquivo geral de fotos

fotos

[img_assist|nid=10967|title=Semana discute avanços da agricultura que mais produz|desc=|link=none|align=center|width=640|height=373]

Governo reconhece violações de direitos na construção de barragens

Da Página do MAB Reunido em Campo Grande (MS), no dia 22/11, o CDDPH aprovou o relatório da Comissão Especial que analisou, durante 4 anos, denúncias de violações de direitos humanos no processo de implantação de barragens no Brasil. O presidente do Conselho e Secretário Especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, parabenizou a Comissão e considerou seu trabalho “árduo e histórico”.

“Ficamos impressionados com a ação popular do MST”

Da Página do MST O Grupo de Trabalho de Movimentos Sociais e de Movimentos de Base da Rede de Direitos Humanos Econômicos, Sociais e Culturais (Rede-Desc), formado por militantes da área dos direitos humanos, se reuniram na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema, no começo de novembro. Participaram militantes de 11 países, que trataram de temas relacionados à terra, território e recursos naturais no Brasil e no mundo.

MST marca presença na Feira da Economia Solidária na UFPA

Por João Márcio Da Página do MST A Universidade Federal do Pará (UFPA), campus I Marabá, amanheceu diferente no dia 20 de outubro.Não por suas árvores estarem mais verdes, decorrente da chuva que se iniciou na madruga e parou apenas no início da tarde, marcando o princípio do inverno amazônico. Estava diferente porque amanheceu ocupada em seus diversos espaços por barracas da Feira de Empreendimentos Populares - FEP- cujo lema "Construindo Diálogos Sobre a Economia Solidária", dá o recado aos visitantes, que

Capitalismo aprofunda a divisão sexual de trabalho

Da Comunicação Congresso da CLOC A Assembleia teve inicio com uma mística emocionante, que destacou as martíres do continente latinoamericano e seus ensinamentos para a luta de hoje. A comissão de organização do V Congresso da CLOC foi chamada para saudar a todas e todos participantes da Assembleia de Mulheres.

Congresso da CLOC começa com marcha em Quito

Da Comunicação Congresso da CLOC Com um sol radiante e no meio de uma grande festa de cores, mais de mil delegadas e delegados da Coordenadoria Latinoamericana de Organizações do Campo (CLOC) e da Via Campesina tomaram as principais ruas e avenidas da cidade de Quito, gritando a consígnia “Contra o Capital e o Império, Pela Terra e a Soberania de Nossos Povos, América Luta!”.

Congresso de camponeses começa na sexta-feira em Quito

Da Página do MST O 5º Congresso da Coordenação Latino Americana de Organizações do Campo (CLOC) e da Via Campesina na América Latina, com a presença de 84 organizações campesinas de 18 países, com um total de 1200 delegados, acontece entre 8 e 16 de outubro, na cidade de Quito, no Equador. Para Luis Alberto Andrango, secretário-operativo da CLOC-Via Campesina, durante a realização do congresso haverá linhas de debate fundamentais sobre o contexto social e político da América Latina, que proporcionou transformações positivas no continente nos últimos anos.

Camponeses das Américas organizam congresso no Equador

[img_assist|nid=10525|title=|desc=|link=url|url=http://www.cloc-viacampesina.net/|align=right|width=300|height=430] Por Mariana Duque Da Página do MST A articulação dos movimentos camponeses e indígenas do continente americano e da luta e incidência política são os objetivos que permeiam o 5º Congresso da Coordenação Latino Americana de Organizações do Campo (CLOC), no mês de outubro, em Quito, no Equador.

Movimentos denunciam militarização da América Latina

Da Página do MST A declaração da Assembleia dos Movimentos Sociais, organizada no IV Fórum Social Américas (FSA), realizado em Assunção, no Paraguai, entre 12 e 15 de agosto, denuncia o processo de militarização da América Latina, com "o aumento da presença militar norte-americana ao longo de nossa América".

Presidentes participam de encerramento do Fórum Social das Américas

Por Eduardo Tamayo G. e Sandra Trafilaf Da Minga Informativa Com a presença dos presidentes Fernando Lugo, Evo Morales e Pepe Mujica, foi encerrado o IV Fórum Social das Américas (FSA), no domingo, em Assunção, no Paraguai. Durante o evento, os movimentos e redes sociais de todo o continente americano apresentaram aos governantes as conclusões da Assembleia de Movimentos Sociais. Leia também "Precisamos reverter os efeitos das mudanças climáticas”

As falsas soluções do ambientalismo de mercado

Por Cristiane Passos Da CPT/Minga Informativa de Movimentos Sociais Levantada essa discussão, a atividade “As falsas soluções do ambientalismo de mercado”, realizada no dia 12 de agosto, no IV Fórum Social das Américas, em Assunção (Paraguai), reuniu pessoas de vários países das Américas para discutir propostas e reflexões contra a falsa onda verde implantada pelo capitalismo em nossa sociedade atual.

Reforma agrária, educação e cidadania

A democratização do conhecimento é considerada tão importante quanto a reforma agrária no processo de consolidação da democracia. Além dos acampamentos à beira de estradas, das ocupações de terra e de marchas contra o latifúndio, o MST luta desde 1984 pelo acesso à educação pública, gratuita e de qualidade em todos os níveis para as crianças, jovens e adultos de acampamentos e assentamentos.

“A escravidão é pior hoje”

Por Por Daniel Santini [email protected] Da Folha Universal A advogada armênia Gulnara Shahinian, relatora especial sobre escravidão do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) visitou o Brasil em maio. Convidada, ela participou do 1º Encontro Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo e informou-se sobre a resistência no Congresso Nacional à Proposta de Emenda à Constituição do Trabalho Escravo (PEC 438) que prevê que terras de escravocratas sejam destinadas à reforma agrária.

CMS apresenta projeto para o Brasil nesta segunda

. Do Vermelho A Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS), que reúne 28 entidades, entre elas Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Nacional dos Estudantes (UNE) e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), realizará na próxima segunda-feira (31/5), em São Paulo, a Assembleia Nacional dos Movimentos Sociais, com objetivo de discutir, elaborar e aprovar a plataforma política do movimento social brasileiro para as eleições 2010.

Entidades discutem rumos do país na 2ª Assembléia Popular

Da Comunicação Assembléia Popular O encontro acontecerá durante os dias 25 a 28 de maio, reunindo cerca de 600 militantes ligados aos movimentos e pastorais sociais, entidades e organizações populares de todo o país no CTE/CNTI, em Luziânia (GO). Apontar os possíveis caminhos para um Brasil mais justo e que esteja a serviço do bem comum da população; resgatar o tema da esperança para o debate das lutas do povo e promover a articulação das organizações populares do país diante da atual conjuntura política são os principais objetivos da II Assembléia Popular Nacional.

Haiti: movimentos camponeses se pronunciam sobre a conjuntura do país

O Kat Je Kontre, articulação dos movimentos camponeses que compõe a Via Campesina Haiti, se pronuncia pela primeira vez após o terremoto de 12 de janeiro de 2010. Na ocasião de sua V Assembléia Geral, o KAT JE KONTRE analisa que ‘a situação do país, que já era precária antes de 12 de janeiro, se tornou insustentável depois do terremoto que abalou nossa nação, evidenciando a debilidade do Estado que não é capaz de reagir perante a condição em que o país se encontra’.

MMC mobiliza trabalhadoras do campo em todo o país

Do MMC Comemorando os 100 anos do 8 de março como o Dia Internacional de Luta das Mulheres, o Movimento de Mulheres Camponesas (MMC) está mobilizado em conjunto com outros movimentos sociais camponeses e urbanos em diversas regiões do Brasil.

Em todo o país, camponesas se mobilizam

Somando-se à luta feminista durante este 8 de março, as mulheres da Via Campesina se mobilizam por todo o país para denunciar os malefícios do agronegócio contra a vida e o trabalho das camponesas. Atos, protestos e atividades de formação e estudos acontecem desde a semana passada em todas as regiões do país.

Camponesas de MT doam sangue para marcar 8 de março

Para marcar o centenário do Dia Internacional da Mulher (8 de março), mulheres do MST e da Via Campesina do Mato Grosso vão se reunir no Assentamento Dorcelina Folador, Centro de Formação Olga Benário, em Várzea Grande, nos dias 6 e 7 de março, para discutir política.

Mais de 50 entidades manifestam apoio ao MST

Mais de 50 entidades sindicais, representantes de universidades, professores, partidos políticos, deputados e juristas participaram, na tarde desta sexta-feira (29/1), do ato de apoio ao MST de Santa Catarina. A atividade condenou a prisão arbitrária do coordenador do MST de SC, Altair Lavratti, do militante Rui Fernando da Silva Júnior, e da líder comunitária Marlene Borges. Lavratti foi algemado e preso em Imbituba, quando participava de uma reunião com catadores de material reciclado, num galpão, na noite de quinta-feira.

Estudiosos pedem Reforma Agrária e punição a escravagistas

Da Repórter Brasil Por Maurício Hashizume Estudiosos do trabalho escravo defenderam mais uma vez a Reforma Agrária e a expropriação de terras de escravagistas. Em manifesto recém-divulgado, os participantes da III Reunião Científica "Trabalho Escravo Contemporâneo e Questões Correlatas", ocorrida no Rio de Janeiro (RJ) em outubro do ano passado, se posicionam a favor de reformas democráticas "amplas, justas e democráticas" com relação à posse da terra e à produção agrícola.

Trabalhadores são escravizados no Maranhão

Da Repórter Brasil Por Bianca Pyl A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão (SRTE/MA) encontrou 24 pessoas - incluindo um jovem de 17 anos - em condições análogas à escravidão na Fazenda São Raimundo/São José, pertencente ao prefeito de Codó (MA) José Rolim Filho (PV), conhecido como Zito Rolim.

“Há vários modelos de agricultura no Brasil”

Do Blog do Dirceu O objetivo da Contag, segundo seu presidente, é construir um programa que priorize a reforma agrária, amplie e fortaleça a agricultura familiar e que tenha seus fundamentos em políticas de desenvolvimento locais. Nesta entrevista, Broch, que iniciou sua militância na igreja e em sindicatos locais no interior do Rio Grande do Sul, avalia a reforma agrária, os dados do Censo Agropecuário de 2006 (divulgados este ano pelo IBGE), o impacto de programas como Territórios da Cidadania e as ações do Ministério da Previdência Social junto aos trabalhadores do campo.

MST se solidariza com indígenas do Mato Grosso do Sul

MANIFESTO DE DENÚNCIA E SOLIDARIEDADE AOS POVOS INDÍGENAS Nós, participantes do 24º Encontro Estadual do Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Sem Terra do estado do Mato Grosso do Sul, reunidos em Nova Alvorada do Sul, entre os dias 10 e 13/12, denunciamos: Ser uma inverdade que os indígenas já possuem muita terra, pois a sua população é de 60 mil índios (as) para 50 mil hectares. Por tanto, menos de 1 hectare por pessoa;

Movimentos da Alba lançam campanha contra bases militares dos EUA na Colômbia

[img_assist|nid=8788|title=|desc=|link=none|align=left|width=479|height=640]Nesta quinta-feira (10/12), data em que se comemora o Dia Internacional dos Direitos Humanos, os movimentos populares que integram a Aliança Bolivariana para as Américas (Alba), as centrais sindicais e o movimento estudantil brasileiros iniciam a Mobilização Continental Contra as Bases Militares Estrangeiras e Práticas Antissindicais na America Latina e Caribe. O ato de lançamento da campanha acontece às 19h, no Sindicato dos Engenheiros, em São Paulo.

MST participa de Fórum sobre Educação do Campo

Entre os dias 28 e 30/11, uma delegação com 60 militantes e educadores Sem Terra de diversos estados do Brasil marcam presença no Fórum Internacional da Sociedade Civil (Fisc) 2009. O evento, que acontece no campus da Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém, reúne 1,2 mil representantes de diferentes movimentos, redes e organizações de todo o mundo, interessados em debater, trocar e articular experiências no campo da Educacão de Jovens e Adultos (EJA).

Dominicanos manifestam solidariedade ao MST

A Comissão Dominicana de Justiça e Paz do Brasil divulgou, durante seu 20º Encontro anual (realizado em Goiás na semana passada), carta em repúdio ao "complô da direita armado contra o MST e em solidariedade aos trabalhadores e trabalhadoras rurais Sem Terra". Leia abaixo a íntegra da carta: Companheiros e companheiras do MST,

MST denuncia perseguição política à OIT na Suíça

[img_assist|nid=8529|title=MST entrega denúncia em Genebra|desc=|link=none|align=left|width=640|height=425]O integrante da coordenação nacional do MST João Paulo Rodrigues entregou ao diretor-geral da OIT (Organização Internacional do Trabalho), Juan Somavia, e à representante permanente do Brasil junto à ONU (Organização das Nações Unidas), embaixadora Maria Nazareth Farani Azevêdo, uma denúncia sobre o processo de repressão e criminalização da luta dos trabalhadores rurais pela Reforma Agrária no país, em audiência em Genebra, nesta segunda-feira (2/11).

A resistência social contra o Congresso Florestal Mundial

De 18 a 23 de outubro foi realizado em Buenos Aires, Argentina, o XIII Congresso Florestal Mundial (CFM). A história desses congressos começa em 1926, em Roma. Trata-se de fóruns que são realizados a cada seis anos em diferentes países anfitriões, aos quais comparecem representantes governamentais, da sociedade civil, do setor empresarial, e acadêmicos.

MST presta homenagem à CPT

Da CPT Em comemoração aos 25 anos de história e luta, o MST realizou entre os dias 14 e 17/10 o XVIII Encontro Estadual no município de Rio Bonito do Iguaçu, no Paraná. No dia 16, a Comissão Pastoral da Terra (CPT), entre outras entidades, recebeu uma homenagem do Movimento pelo apoio prestado à organização.

Entidades discutem impactos da Suzano na agricultura familiar do Piauí

O Encontro Estadual do Fórum Piauiense de Convivência com o Semiárido que foi realizado nos dias 8 e 9/10 no Centro de Treinamento Diocesano de Picos teve como objetivo discutir temas como água, terra, segurança alimentar, economia popular solidária, educação contextualizada, biodiversidade, auto-organização e direitos das mulheres no semiárido piauiense. Porém o encontro também trouxe como debate a implantação do Projeto Florestal da Suzano Celulose no Piauí, tema que vem preocupando a sociedade civil organizada no Estado.

Reforma Agrária depende da educação do campo

O integrante da coordenação nacional do MST, João Pedro Stedile, defendeu a educação do campo como um dos principais requisitos para a Reforma Agrária no Brasil. Stedile participou, na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), do 15º Encontro Estadual das Educadoras e Educadores do MST, que ocorreu entre 24 e 27/9 e contou com a presença de representantes de dezenas de municípios baianos.

‘Lula não fez Reforma Agrária’

Do Correio da Cidadania Por Rodrigo Mendes e Valéria Nader No dia 20 de agosto último, o trabalhador Sem Terra e membro do MST Elton Brum da Silva, de 44 anos e pai de dois filhos, foi assassinado pela Brigada Militar do Rio Grande do Sul, em uma ação de despejo na Fazenda Southall, em São Gabriel, RS. Testemunhas e a posterior divulgação de fotos do corpo de Elton comprovam que ele foi vítima de diversos disparos de calibre 12, todos pelas costas.

Sobre Mártires

Por Cláudia Ávila Na sexta-feira 21 de agosto, durante os procedimentos de desocupação de uma parte da Fazenda Southall, em São Gabriel, um integrante da Brigada Militar assassinou pelas costas, com tiro de espingarda calibre 12, um trabalhador rural integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra- MST. Essa morte, entretanto, tratada cinicamente como tragédia inesperada, tem por trás de si todos os ingredientes que só a autorizam ser vista como surpresa pelos desavisados ou mal intencionados.