9 de junho de 2021

MST ocupa latifúndio no Maranhão

MST ocupa latifúndio no Maranhão

O Acampamento recebeu o nome de Marielle Franco e o Movimento reivindica a área para a criação de assentamentos de Reforma Agrária.
MST ocupa Caixa em Itapeva (SP)

MST ocupa Caixa em Itapeva (SP)

As medidas adotadas e em curso no curto período de governo interino e ilegítimo de Michel Temer afetam diretamente a classe trabalhadora do campo.
a campeã nacional em acidentes

Friboi, a campeã nacional em acidentes

Irregularidades e violações de direitos são tão frequentes que deixaram 7.822 funcionários da empresa doentes ou incapacitados para o trabalho nos últimos quatro anos.

Integrantes do MST ocupam sede da Embrapa em Ponta Grossa (PR)


Da Página do MST

Cerca de 150 militantes do MST ocuparam nesta segunda-feira (09/06) a sede da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em Ponta Grossa.

Há 11 anos, 48 famílias vivem no acampamento Emiliano Zapata, em uma área de 630 hectares que representa 15% do terreno total da empresa. Os trabalhadores reivindicam que o acampamento seja transformado urgentemente em assentamento.

Com barracas de lonas, o grupo pretende permanecer no local até receber uma resposta concreta sobre a liberação do título de propriedade.

Região Agreste de Pernambuco realiza 1º encontro das sementes crioulas


Da Página do MST

Na sexta-feira passada (06/04), lideranças de trabalhadores rurais ligados a associações, comunidades, movimentos sociais e sindicatos realizaram o primeiro encontro das sementes crioulas em Caruaru.

O ato aconteceu na Fundação Santuário das Comunidades Eclesiais de Base do Agreste de Pernambuco, com aproximadamente 100 lideranças, oriundas de áreas rurais do Agreste.

O objetivo do encontro é trazer o debate sobre a importância da preservação das sementes enquanto patrimônio da humanidade.

Cerca de 1200 famílias do MST ocupam duas fazendas no sudeste paraense


Por Márcio Zonta
Da Página do MST

Fotos: Nieves Rodrigues


Cerca de 1200 famílias organizadas pelo MST no Pará ocuparam a fazenda Santa Tereza, do empresario Rafael Saldanha, e a Fazenda Cosipar, na tarde deste domingo (8), em Marabá.


O Movimento alega que ambas as áreas são terras públicas e improdutivas, além de incidirem de maneira proibida contra os castanhais da região.

MPE ingressa contra prefeitura de Santa Luzia (PA) para reabrir escola do campo


Da Página do MST


O Ministério Público do Estado do Pará entrou com uma Ação Civil Pública (ACP), na última quarta-feira (4), contra o município de Santa Luzia do Pará, exigindo que a escola do Acampamento Quintino Lira e a escola municipal da Vila do Cantã funcionem em ambiente adequado, seguro, limpo e sadio, em condições de aprendizagem e trabalho.

“Violência é reflexo da ofensiva do agronegócio na Amazônia”

 

Da Página do IHU

 

No mesmo dia em que o novo Código Florestal foi aprovado na Câmara dos Deputados, no Pará – um dos estados mais violentos do país – um casal de extrativistas viu as ameaças que sofriam durante anos serem efetivadas.

José Cláudio Ribeiro e Maria do Espírito Santo foram mortos por causa de sua batalha contra madeireiros ilegais e fazendeiros que avançam sem impedimento sobre as riquezas da Amazônia.

CLOC denuncia repressão a movimento na Argentina

 

Da Página do MST

 

A Coordenação Latino Americana de Organizações do Campo (Cloc), vinculada à Via Campesina, denuncia a criminalização da luta social que se aprofunda na Argentina, frente à repressão contra 12 trabalhadores e trabalhadoras do Movimento Nacional Camponês Indígena da Argentina (MNCI).

Abaixo, leia nota

Feira em Maceió apresenta produção da Reforma Agrária

Da Comunicação CPT-AL A 12ª Feira Camponesa de Alagoas começa nesta quarta-feira, com 100 barracas para a comercialização de 200 toneladas de alimentos livres de agrotóxicos produzidos em assentamentos da Reforma Agrária, na Praça da Faculdade em Maceió. A feira funciona das 6 às 23h e termina na sexta-feira. Esse é um dos projetos mais expressivos da Comissão Pastoral da Terra (CPT-AL), que há sete anos promove a integração entre o homem do campo e a cidade.

Leitura do relatório sobre as alterações no Código Florestal é encerrada

Da Agência Câmara Encerrada há pouco a leitura do relatório sobre o Código Florestal (PL 1876/99). A próxima reunião da comissão especial foi marcada para terça-feira (15/6) pela manhã. Alguns parlamentares já anunciaram que vão pedir vista do relatório apresentado pelo deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP). Durante a reunião, o PV e Psol lançaram nota técnica de análise do substitutivo.

Relatório flexibiliza regras de preservação do meio ambiente

Da Agência Câmara O relatório que propõe mudanças no Código Florestal, apresentado nesta terça-feira pelo deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), prevê que as áreas atualmente em uso para produção rural serão consideradas espaço consolidado da atividade agrícola. Por outro lado, proíbe a abertura de novas áreas durante cinco anos até que cada estado defina a adesão ao Programa de Regularização Ambiental.

Veja nota do Greenpeace sobre texto do relator

Do Greenpeace O deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) finalmente apresentou seu relatório na Comissão Especial criada pela Câmara dos Deputados para consolidar as propostas de alteração do Código Florestal. A bancada da motosserra à qual Aldo se ligou umbilicalmente nos últimos meses, está, obviamente, exultante. O relator fez um serviço ainda melhor do que eles esperavam.

Relator defende redução de APP e anistia a desmatadores

Por Bruno Calixto Do Amazonia.org.br O deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) apresentou na tarde dessa terça-feira seu relatório sobre as mudanças no código florestal, durante a reunião da Comissão Especial para a Reforma do Código Florestal Brasileiro, na Câmara dos Deputados. Após a leitura, o presidente da comissão, deputado Moacir Micheletto (PMDB-PR), suspendeu a reunião, que deve continuar na manhã de quarta-feira.

Agrotóxicos causam déficit de atenção nas crianças

[img_assist|nid=10063|title=|desc=|link=none|align=left|width=497|height=640] Por Ricardo Teixeira* Doutor em neurologia e pesquisador da Unicamp Em O que eu tenho?/UOL As crianças realmente são mais vulneráveis aos efeitos desses pesticidas, primeiro por apresentarem um cérebro ainda em formação e também porque, por apresentarem menor peso, é maior a concentração relativa dessas substâncias no corpo quando comparado aos adultos. Além disso, as crianças têm um menor contingente de enzimas desintoxicantes.

MS e MT lideram ranking nacional em concentração de terra

Por Por Keka Werneck Da Assessoria de Imprensa do Centro Burnier Fé e Justiça Mato Grosso ocupa o segundo lugar em concentração de terra entre todos os estados do país, conforme cartilha sobre limite da propriedade rural no Brasil, lançada pelo Fórum Nacional pela Reforma Agrária e Justiça no Campo. Mais de 8.428 propriedades estão acima dos 35 módulos fiscais, teto proposto pelo Fórum. Isso significa que 69% das áreas estão concentrados em latifúndios acima de 3.500 hectares. Isto quer dizer que teríamos quase 50 milhões de hectares para Reforma Agrária em Mato Grosso.

Quixadá sedia encontro regional do MST no Ceará

Do Monólitos Cerca de 200 integrantes do MST participaram em Quixadá, do Encontro Regional da Juventude do MST, na semana passada. O local dos debates foi o ginásio Coberto Governador Gonzaga Mota. Entre os temas abordados no encontro, destaca-se: - Discussão de políticas para a juventude - Análise da Conjuntura atual - Plano de Trabalho para a Juventude - Política de Gênero - Combate as Drogas O coordenador estadual da juventude do MST em Quixadá, o jovem líder Marcelo falou que o encontro foi por demais positivo e produtivo.

Para CPT, MP 458 pavimenta expansão do latifúndio

A Coordenação Nacional da Comissão Pastoral da Terra, CPT, se junta ao clamor nacional diante de mais uma agressão ao patrimônio público, ao meio ambiente e à reforma agrária. No último dia 4 de junho, o Senado Federal aprovou a…

Jornada do MST garante conquistas para trabalhadores rurais

Uma comissão do MST participou, nesta terça-feira (09/06), de audiência do presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Rolf Hackbart, e recebeu o compromisso de que serão atendidas todas as demandas de cursos que já foram e…

Nota de solidaridad

El Movimiento de los Trabajadores Rurales Sin tierra (MST) de Brasil, manifiesta su indignación y rechazo total por las recientes incursiones militares en comunidades indígenas de Bagua Grande y Chica en el Amazonas peruano ocurridas el pasado viernes 5 de…

Nota de solidariedade ao povo indígena Peruano

Versión en Español O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) manifesta sua indignação e rechaço às recentes incursões militares em comunidades indígenas de Bagua Grande e Chica no Amazonas peruano, na ultima sexta-feira, 5 de junho, que promoveram um verdadeiro massacre contra essas populações, cujo numero de mortos ainda não se pode precisar.

Vídeo retrata a vida das crianças Sem Terrinha

O documentário Sem Terrinha em Movimento, lançado em maio deste ano, foi construí­do coletivamente pelos Setores de Educação, Cultura e Comunicação do MST. A iniciativa se deu a partir da necessidade de incentivar e fortalecer o debate sobre a infância…

Justiça ordena despejo de ocupação em Belo Horizonte

Na tarde desta segunda-feira (8/6), a comissão jurídica da Ocupação Dandara foi informada de que o desembargador Tarcísio José Martins Costa cassou o recurso que suspendia a liminar de despejo da área. A medida permite que as cerca de mil…

Sem Terra realizam marcha pelo Centro de Maceió

Os cerca de dois mil trabalhadores rurais acampados desde esta segunda-feira (8/6) na praça Sinimbu sairam em marcha na manhã desta terça-feira (9/6) pelas ruas do Centro de Maceió. A Jornada Nacional em Defesa da Educação, do Pronera e da…

OGM destróem a biodiversidade

Do La Stampa “Dou-lhe um exemplo”. Vandana Schiva ajusta o longo xale de seda verde que lhe envolve o peito e lança a enésima profecia: “Acabo de consumir uma ótima refeição italiana com o melhor dentre os óleos de oliva, mas sei que no fluir de poucos anos poderia ser muito difícil fazer um óleo análogo”.

Comunidade denuncia contaminação ambiental no RS

Da Redação Agricultores assentados, famílias acampadas e a comunidade de Viamão, no Rio Grande do Sul, realizam protesto na manhã de hoje contra a contaminação de um córrego que abastace a Comunidade de Águas Claras. O protesto tem início às…

Sem Terra denunciam favorecimento de empresa

Da Redação Na madrugada deste domingo (08/06), 150 famílias do MST ocuparam e montaram acampamento em área das Várzeas de Sousa, na Paraíba. Os Sem Terra protestam contra a forma como está sendo conduzido o projeto do governo estadual de…

Uma Cidade de Lona dentro de Brasília

Eduardo Sales de Lima e Jorge Pereira Filho, Brasil de Fato A capital federal ganhará um município temporário: a Cidade de Lona. Durante cinco dias, entre 11 e 15 junho, nele viverão 18 mil sem-terra vindos de 24 estados, e…

Ato contra Caveirão reúne 300 pessoas no Rio

Ontem cerca de 300 pessoas protestaram contra a presença do veículo blindado da Polícia Militar, apelidado de Caveirão, nas comunidades carentes do Rio de Janeiro (RJ). A passeata, batizada de “Marcha Contra o Caveirão, a Violência Policial e pelos Direitos…

Professor de acampamento do MST sofre tentativa de homicídio

Desde o final do ano passado, os trabalhadores e as trabalhadoras rurais do acampamento Pátria Livre, no município de Correia Pinto (SC), denunciam as violações dos direitos humanos cometidas pelos proprietários da Fazenda São Roque. O decreto de desapropriação da…

Luci Choinaki responde senador do PFL

O presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), divulgou ontem (07/06) um texto sobre a ação do MLST (Movimento de Libertação dos Sem Terra) na Câmara dos Deputados. Segundo ele, o MST seria responsável pelo episódio. A deputada federal Luci…

A luta pelo Direito

Por Inês do Amaral Büschel A frase acima é título de um pequeno livro de iniciação ao Direito. O texto foi escrito pelo jurista alemão Rudolf von Ihering, para ser apresentado em uma Conferência realizada em Viena, no ano de…