Trabalho escravo: candidata a governadora do MT pagará R$ 3,2 mi

 

Do MPT-MT

A candidata ao governo do Estado de Mato Grosso pelo Partido Social Democrático (PSD), Janete Riva, pagará cerca de R$ 3,2 milhões de multa pelo descumprimento de acordo judicial firmado com o Ministério Público do Trabalho (MPT) em março de 2011. Um ano antes, em 2010, durante operação realizada pelo MPT, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e pela Polícia Civil em uma fazenda de sua propriedade, em Juara, sete trabalhadores foram encontrados em condições análogas às de escravo.

Movimentos sociais perdem mais uma grande guerreira: Lucia Gonçalves


Da Página do MST 

Mulher guerreira e lutadora. Talvez, esses sejam os principais adjetivos que caracterizem a sindicalista do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) de Cáceres e ex-vereadora do PT, Lucia de Lurdes Gonçalves.

Lucia nos deixou na tarde desta sexta-feira (03/10), deixando os movimentos sociais órfão de mais uma grande companheira.

Por Reforma Agrária, Sem Terra param as principais rodovias em Mato Grosso

Da Página do MST


Cerca de 1.000 Sem Terra pararam as principais rodovias no estado do Mato Grosso na manhã desta segunda-feira (22). Ao todo, quatro BRs estão bloqueadas.

Os trabalhadores rurais trancaram a BR 070, em Cáceres; a BR 163 em Sinop; BR 358 em Tangara da Serra e a BR 174, em Jaciara.

Os Sem Terra cobram maior agilidade no processo de Reforma Agrária em Mato Grosso para assentar as cerca de 1.000 famílias acampadas em todo o estado. A princípio, os trabalhadores rurais exigem duas áreas em específico.  

Promessa de melhoria de transgênicos engana agricultores no Mato Grosso

 

Por Mariana Caetano
Do Valor

O produtor Fernando Ferri, de Campo Verde (MT), plantou 700 hectares com milho geneticamente modificado na segunda safra deste ano. Em tese, isso o livraria de fazer uso de inseticidas contra lagartas, já que as cultivares que escolheu são resistentes a esse tipo de praga. Entretanto, o agricultor se viu obrigado a fazer três aplicações do defensivo.

Fazendeiros atiram contra indígenas e expulsam comunidade


Por Ruy Sposati
Do Cimi

Fazendeiros expulsaram à tiros indígenas do povo Terena que haviam retomado a área de uma fazenda que incide sobre a área reivindicada como terra indígena Pillad Rebuá, no município de Miranda (MS), no Pantanal, nesta terça-feira, 12. Um trator pertencente à comunidade também foi incendiado. Ninguém ficou ferido. As informações são de lideranças Terena que estavam no local.

Estudo denuncia impactos socioambientais do agronegócio no MT


Da Fase

Concentração de terra, diminuição da oferta de emprego, contaminação por agrotóxicos, uso intensivo da água. Pesquisa realizada por dois anos em Lucas do Rio Verde e Barra do Bugres, municípios do Mato Grosso, mostram o desequilíbrio socioambiental e os impactos sobre a vida da população causados pela expansão das lavouras de cana-de-açucar e soja.

Clique aqui e acesse o estudo completo