Jovens debatem a chacina do Capital contra a juventude

Da Comunicação Via Campesina


Chegar à beira do gol e na hora de chutar o jogo termina, dói. Quando um camponês semeia a terra e é expulso, não consegue colher os frutos; dói muito. Quando um estudante é impedido de continuar seus estudos, dói mais ainda. Agora talvez o que mais provoque dor é a condição de saber que a juventude não vai completar seu ciclo de vida. 

Juventude Sem Terra estuda seus desafios e promovem torneio de futsal

Por Wesley Lima
Da Página do MST

Organização, coletividade, identidade e sexualidade foram os principais pontos discutidos no Encontro da Juventude Sem Terra realizado no Assentamento Ernesto Chê Guevara, em Wenceslau Guimarães, região do baixo sul baiano.

O Encontro aconteceu neste último final de semana (21 e 22) e reuniu 200 jovens dos assentamentos e acampamentos do município e das cidades circunvizinhas.

Juventude do campo promete realizar ações conjuntas por direitos

 

Da Página do MST

Ao longo so segundo semestre de 2014, a juventude rural de diversos movimentos sociais prometem realizar diversas ações conjuntas pela permanência do jovem no campo e para denunciar o modelo do agroegócio.

As ações surgiram após a apresentação, nesta quinta-feira (3), do Programa de Fortalecimento da Autonomia Econômica e Social da Juventude Rural (Pajur) pelo governo federal.

400 jovens participarão da 3° Jornada Cultural dos Assentamentos de SC


Da Página do MST

Entre os dias 5 a 9 de novembro acontece a 3° Jornada Cultural dos Assentamentos da Reforma Agrária de Santa Catarina, que será realizada no Assentamento Josá Maria, no Município de Abelardo Luz.

São esperados cerca de 400 jovens de todo o estado para participar da atividade. A jornada cultural é um encontro que envolve principalmente a juventude dos assentamentos, onde se proporciona o contato com as várias linguagens da Cultura Popular Brasileira.

Confira a programação:

Juventude deve ascender massas à luta política


Por José Coutinho Júnior
Da Página do MST



Mais de 30 organizações de juventude organizam a 1° Jornada de Lutas da Juventude Brasileira.

O coordenador do coletivo de juventude do MST, Raul Amorim, avalia que a jornada é um espaço para construir unidade entre as diversas organizações de jovens e afirmar o compromisso por profundas transformações sociais no país.

As atividades da jornada serão realizada entre 17 de março a 11 de abril. Em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, as manifestações acontecem na próxima semana.

Juventude do campo no Paraná se mobiliza por maiores políticas públicas

Da Página do MST

Na manhã de segunda-feira (17), cerca de 300 jovens, trabalhadores e estudantes campesinos do município de Cantuquiriguaçu (PR) reuniram-se em diversos pontos da cidade de Laranjeiras do Sul para reivindicar maiores políticas públicas à juventude do campo.

A ação, organizada pelo MST e pelo Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), faz parte da III Jornada Nacional da Juventude e da II Marcha da Juventude do Campo e da Cidade, realizada de 14 a 17 de setembro.

Escola de Formação da Juventude no Paraná debate os desafios dos jovens


Por Geani de Souza
Da Página do MST

Neste final de semana, entre os dias 14 a 17 de setembro, acontece a primeira etapa da Escola de Formação da Juventude da Região Centro, no estado do Paraná. Será um momento importante de debate e socialização sobre o papel da juventude, ao contar com a participação de jovens de várias escolas do campo, de assentamentos e acampamentos da região.

Falta de estrutura e possibilidade faz com que jovens abandonem o campo

Por José Coutinho Júnior
Da Página do MST

Os jovens rurais brasileiros continuam a abandonar a agricultura e o meio rural para tentar a sorte nas cidades. Esse êxodo não é fruto apenas de uma lógica que dita que a cidade é o mundo das possibilidades, enquanto o campo é uma área atrasada, mas principalmente de questões materiais e estruturais de um modelo agrícola predominante junto com práticas políticas que excluem o jovem da produção rural e minam suas possibilidades de ter uma vida digna no campo. 

Atingidos por barragens realizam encontro nacional em Brasília

Do MAB

Entre os dias 8 e 12 de abril, cerca de 700 atingidos por barragens de todo o país estarão reunidos, em Brasília, para o Encontro Nacional da Juventude – pelos direitos dos atingidos por barragens e por um projeto energético popular. O evento, organizado pelo MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), será realizado no Centro Comunitário Athos Bulcão, na Universidade de Brasília (UnB).